F1: Stella diz que erro na Rússia em 2021 foi lição para vitória de Norris agora

O chefe da McLaren, Andrea Stella, afirmou que o ocorrido no GP da Rússia de Fórmula 1 em 2021, serviu como um divisor de águas para a equipe e para o próprio Lando Norris, que culminou na vitória do britânico no último final de semana em Miami.

Norris encerrou sua longa espera pela primeira vitória na F1 em sua 110ª corrida, aproveitando a entrada oportuna do Safety Car em Miami para superar Max Verstappen da Red Bull, com ampla vantagem no final da corrida.

O piloto britânico já havia chegado perto do topo do pódio algumas temporadas atrás, principalmente na última corrida realizada em Sochi, em 2021. Na ocasião, Norris liderou a prova desde a pole position, mas a hesitação em trocar para pneus de chuva no final da corrida lhe custou a vitória, e ele terminou apenas em P7.

Norris desobedeceu a ordem da McLaren de parar para troca de pneus quando a chuva começou a cair no circuito, permitindo que Lewis Hamilton, que apostou nos pneus intermediários antecipadamente, conquistasse a vitória.

No entanto, Stella, que era diretor de corrida da McLaren na época, destacou que a culpa por essa demora para Norris vencer, foi da equipe e que nunca duvidou do potencial do piloto.

“Primeiro, quero dizer que estávamos totalmente convencidos de que a distância para a vitória de Lando não estava nele, mas na equipe”, disse Stella. “Precisávamos fornecer a ele um carro vencedor. E assim que fizemos isso, ele conquistou a vitória. Para mim, isso é prova de como ele estava preparado.”

“Além disso, quando olhamos para o que ele conquistou em pódios com um carro que às vezes não era realmente um candidato ao pódio por mérito, para mim Lando está em uma jornada muito forte”, acrescentou.

Stella destacou que o GP da Rússia foi um ponto de virada para Norris e para a equipe, servindo como lição para a tomada de decisões sob pressão e a colaboração entre piloto e estrategistas. “Se eu voltar para a corrida na Rússia, acho que a responsabilidade é do pit wall, pois não aplicamos a ordem de box com firmeza suficiente. O piloto na pista não vê se está chovendo em outro lugar. Nós podíamos ver.”

“Foi nossa limitação em não forçar a entrada de Lando para os boxes, então mesmo naquele caso ele estava fazendo o seu trabalho, mas nós não estávamos prontos, de certa forma, para alcançar a vitória”, disse ele.

A vitória de Norris marcou a terceira vez desde o início da temporada passada que a Red Bull não teve nem Max Verstappen nem Sergio Perez no degrau mais alto do pódio.

Stella reconhece o alto nível da Red Bull nos últimos anos, e espera que o resultado de Norris seja o início de um desafio mais acirrado da McLaren.

“Alcançar vitórias nunca é fácil, e se olharmos para o que a Red Bull conquistou… eu nunca subestimo o que eles alcançaram”, acrescentou o italiano. “Sempre tiro o chapéu porque há muitas maneiras de errar. Para eles serem tão bem-sucedidos com uma sequência de vitórias, é simplesmente incrível. Estamos apenas começando essa jornada e espero que tenhamos mais dias como esse no futuro”, encerrou o chefe da McLaren.