F1: Stella acredita na continuidade da evolução da McLaren

Após uma impressionante segunda metade na temporada 2023 da Fórmula 1, com atualizações constantes e uma escalada rumo ao quarto lugar no campeonato, a McLaren não pretende tirar o pé do acelerador. O chefe da equipe, Andrea Stella, garante que o progresso não vai parar e o carro MCL38 terá muito a oferecer.

“Não vemos sinais de que a curva de desenvolvimento da McLaren esteja diminuindo”, afirmou Stella na apresentação do novo visual da equipe para 2024. “Claro, isso precisa ser comprovado quando colocarmos o carro na pista, mas tanto no túnel de vento quanto no CFD, a tendência de evolução que nos levou às atualizações da Áustria e Singapura parece se manter.”

Stella destaca que a equipe já está trabalhando em novos pacotes de atualizações para a temporada e os resultados iniciais são animadores. “É o tipo de progresso linear que parece sustentável dentro desse conjunto de regulamentos. Haverá áreas onde o investimento pode não valer a pena, mas até agora não encontramos nenhuma”, afirmou.

O otimismo do italiano se baseia em diversos fatores. Além das promessas do próprio carro, a McLaren conta com uma nova estrutura técnica reforçada por nomes como David Sanchez (ex-Ferrari) e Rob Marshall (ex-Red Bull).

“Em apenas duas semanas, já podemos ver o conhecimento que eles trazem. O bom é que isso se integra perfeitamente com o que já temos. Não é uma imposição de novas formas de fazer as coisas, mas sim um ‘podemos fazer assim’, o que é revigorante”, elogiou Stella.

Além da temporada 2024, a McLaren já olha para o futuro. Com um plano estratégico que contempla o carro de 2025 e o mudança para as novas regulamentações de 2026, a equipe se prepara para uma maratona de desenvolvimento.

“Nesse cenário, ter talentos de alto calibre liderando nossas áreas técnicas é muito importante. Isso nos dá a capacidade, a competência e a força para enfrentar esses três grandes projetos e brigar pelo topo da Fórmula 1”, concluiu Stella.