F1: Segundo site, caso de acusações contra Horner vai para tribunal

A investigação interna realizada pela Red Bull em relação às acusações contra o chefe da equipe, Christian Horner, ainda vem gerando muitos comentários e notícias no mundo da Fórmula 1. Depois que o jornal holandês, De Telegraaf, lançou uma nova bomba de informações há alguns dias, o F1-Insider agora informa que o caso irá para o tribunal.

O De Telegraaf primeiro deu a notícia de que o chefe da Red Bull Racing, Horner, havia sido acusado de ‘comportamento impróprio’ por uma funcionária da equipe. A Red Bull anunciou então em um comunicado que havia iniciado uma investigação interna, feita por um advogado independente. Então, há poucos dias, o jornal holandês revelou que o caso envolveria o envio de muitas mensagens de cunho sexual pelo chefe da equipe para a referida funcionária. Além disso, Horner teria oferecido uma quantia equivalente a 650.000 libras para manter o assunto em sigilo, depois que o caso veio à tona.

A investigação interna da Red Bull ainda está em andamento. Após uma conversa de oito horas de Horner com o advogado, ainda não foi informado quais seriam as conclusões. Espera-se que os resultados da investigação sejam compartilhados com o público na próxima semana.

Segundo o F1-Insider, a investigação interna da Red Bull parece não ter sido suficiente. A colega da Red Bull Racing que acusou Horner, abriu um processo contra o chefe da equipe, segundo informações do referido site. A quantia de dinheiro oferecida por Horner foi, portanto, rejeitada por ela.