F1: Segundo Jake Dennis, Red Bull esperava rivalidade maior da Mercedes

O piloto de desenvolvimento da Red Bull, Jake Dennis, revelou que sua equipe esperava uma disputa mais acirrada da Mercedes nas primeiras etapas da temporada 2024 da Fórmula 1.

A Red Bull dominou a concorrência desde a volta dos carros com efeito solo em 2022, vencendo quase todas as corridas do ano passado e conquistando ambos os campeonatos. O domínio da equipe se manteve no início desta temporada, com Max Verstappen liderando duas dobradinhas consecutivas.

Com receio que sua vantagem pudesse diminuir, a Red Bull adotou uma filosofia agressiva de evolução com o RB20, implementando inovações que ajudaram a manter sua liderança.

Para Dennis, o segredo por trás do sucesso contínuo da Red Bull é fornecer a Verstappen e ao companheiro de equipe Sergio Perez, um carro que produza carga aerodinâmica consistente.

“A quantidade de downforce que o carro consegue gerar e o equilíbrio do RB20 são excelentes”, disse Dennis ao RacingNews365. “O carro não é nervoso em curvas de alta velocidade nem tem muito subesterço nas curvas lentas. É muito neutro. Isso dá a Max e Sergio a chance de enfrentar todos os tipos de curva com muita confiança.”

Tanto a Ferrari quanto a Mercedes optaram por revisar completamente seus conceitos problemáticos de carro da temporada passada para 2024, buscando uma plataforma mais competitiva.

Dennis havia afirmado durante as férias da F1, que os rivais da Red Bull precisariam encontrar cerca de um segundo por volta para lutar contra o RB20. No entanto, apesar da previsão preocupante, o atual campeão da Fórmula E, que continua correndo na categoria elétrica, admitiu que a Red Bull está surpresa com o baixo desempenho da Mercedes.

A Ferrari surgiu como a principal rival da Red Bull, enquanto a equipe alemã luta contra um ‘problema fundamental’ de correlação em seu W15.

“Não há dúvida de que a Ferrari reduziu um pouco a diferença”, acrescentou Dennis. “Esperávamos um pouco mais de desafio da Mercedes, mas parece que as primeiras corridas foram difíceis para eles. Esperávamos que a distância diminuísse, e diminuiu, mas provavelmente ainda esperávamos um pouco mais de luta nas corridas. Vamos ver quando formos para circuitos mais tradicionais, porque ainda não corremos em nenhum. Bahrein é exigente com os pneus e Jeddah é um circuito de rua único. Estou ansioso para ver como as coisas ficarão em pistas mais normais”, encerrou Dennis.