F1: Red Bull tem opções internas e externas para assento em 2025

Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, admite que a equipe possui opções internas e externas para definir quem será o piloto ao lado de Max Verstappen na Fórmula 1 após o final de 2024. Verstappen está atualmente contratado até 2028, mas o futuro de quem será seu companheiro de equipe durante a duração desse contrato permanece indeterminado.

Sergio Perez mantém o lugar e tem um contrato que cobre a próxima temporada. No entanto, sua posição tem sido alvo de intensa especulação após um declínio preocupante em sua forma durante 2023. Apesar da Red Bull vencer todas, menos uma, das 22 corridas realizadas, Perez conquistou apenas duas vitórias – ambas nas primeiras quatro corridas – e ficou 290 pontos atrás de Verstappen.

A pressão sobre Perez aumentou com o retorno de Daniel Ricciardo, que marcou seu retorno à F1 com a equipe irmã da Red Bull – AlphaTauri – no início deste ano. Horner confirmou que ambos os pilotos estão na disputa pelo assento vago na Red Bull em 2025, mas também revelou que a equipe mantém opções fora de seu estábulo de automobilismo.

“Como equipe, você quer montar a dupla mais competitiva possível,” disse ele à Sky Sports News. “Você quer a dinâmica certa em uma equipe, e Max e Checo têm sido uma dupla de sucesso. Checo em seus três anos conosco terminou em quarto, terceiro e segundo. Ele está em uma boa trajetória. Daniel é bem conhecido por nós. É ótimo tê-lo de volta ao grupo Red Bull. Tudo está aberto para 2025 em diante, então para nós ter opções internamente e externamente não é um mau lugar para estar.”

Um nome que tem sido persistentemente ligado é Lando Norris, com o britânico até admitindo que conversas ocorreram antes de ele estender seu contrato com a McLaren até o final de 2025. No entanto, a ressurgência da McLaren como uma equipe regular de pódios na última temporada reforçou a crença de Norris de que a equipe de Woking está de volta ao “caminho certo”.

Horner reiterou que a estabilidade nas regulamentações levará a uma convergência no grid, significando que a Red Bull não desfrutará da mesma vantagem que teve em 2023 no próximo ano. “O RB19 foi o carro mais bem-sucedido na história do esporte, então você pode imaginar que é um carro bastante atraente para estar,” acrescentou Horner.

“Acho que temos ótimos pilotos – o que acontecerá com regulamentos estáveis, vai ficar muito mais próximo, temos algumas grandes equipes contra as quais estamos competindo. Com regulamentos estáveis, 2024 não vai ser como 2023. Estamos esperando muito mais competição de McLaren, Mercedes e Ferrari e todos os pilotos que estão competindo por elas.”