F1: Perez fala sobre dificuldades enfrentadas e foco para 2024

Sergio Perez indicou sua principal prioridade para a temporada 2024 da Fórmula 1, se concentrando em evitar uma repetição da regressão que prejudicou suas perspectivas no ano passado.

A temporada anterior começou promissora para Perez, com duas vitórias nas quatro primeiras corridas, ficando apenas seis pontos atrás do companheiro de equipe Max Verstappen.

No entanto, um acidente na fase inicial da sessão de classificação em Mônaco, desencadeou uma sequência difícil para o mexicano, com Perez falhando em avançar para o Q3 em cinco ocasiões consecutivas com seu forte RB19.

O mexicano acabaria conquistando o segundo lugar no campeonato de pilotos, mas ficou substancialmente atrás de Verstappen, que triunfou em 19 das 22 corridas do ano, acumulando uma diferença de 290 pontos.

As dificuldades de Perez o colocaram sob intensa pressão em sua quarta temporada com as cores da Red Bull, especialmente com seu contrato atual previsto para terminar no final deste ano. Ao expressar sua ambição de disputar o título nesta temporada, Perez reconheceu que deve evitar outra queda drástica de desempenho para tentar ficar na briga pelo título.

“Quero ser capaz de alcançar regularidade, construir os momentos”, disse ele à revista AutoHebdo. “Acho que o que faltou este ano foi progredir. Iniciei o ano muito bem, empatado com Max, mas não fui capaz de progredir ao longo da temporada. Às vezes até regredi.”

“Então, acredito que essa será minha principal prioridade, ser capaz de progredir ao longo da temporada, seja qual for meu ponto de partida. É importante que, fim de semana após fim de semana, continuemos a evoluir e melhorar”, acrescentou.

Perez admitiu no meio da última temporada que suas dificuldades em desbloquear a velocidade em uma volta rápida, se originavam de desenvolvimentos que afastaram o carro de 2023 da Red Bull de seu estilo de pilotagem.

No entanto, o vencedor de seis GPs está convencido de que desde então compreendeu seus problemas, e está otimista de que pode construir uma temporada mais consistente em 2024.

“Tive alguns finais de semana ruins”, afirmou. “Começamos o ano muito forte nas cinco ou seis primeiras corridas, mas depois não consegui progredir com o carro. Isso é algo que eu perdi e quero muito melhorar.”

“Os problemas que tive no ano passado, me deram uma melhor compreensão do que eu estava fazendo com as configurações, como estava ajustando o carro, qual direção deveria seguir quando tinha problemas. Então, isso definitivamente me tornará mais forte em 2024”, finalizou o mexicano.