F1: Ocon recebe penalidade para próximo GP após acidente com Gasly

Esteban Ocon foi punido pela FIA com cinco posições de rebaixamento no grid de largada no próximo GP do Canadá de Fórmula 1, além de receber dois pontos em sua superlicença, devido ao acidente com o companheiro de equipe Pierre Gasly na primeira volta na corrida em Mônaco.

Na curva Portier, Ocon tentou uma manobra ousada por dentro da Alpine de Gasly, resultando no toque entre os carros. Ocon chegou a decolar após a batida.

Ocon retornou aos boxes, mas o dano em seu carro foi extenso demais para continuar na prova. Já Gasly pôde participar da relargada e terminou em décimo, marcando seu primeiro ponto na atual temporada, em um final de semana onde a Alpine demonstrou potencial, apesar do início de ano turbulento.

De acordo com a emissora francesa Canal+, o chefe da Alpine, Bruno Famin, expressou forte descontentamento com Ocon pelo incidente. O piloto, que foi o quarto a abandonar na volta inicial, atribuiu parte da culpa ao caos na primeira volta.

“Tentei levar o carro de volta à garagem para reparar os danos, mas infelizmente o estrago foi grande demais e não consegui voltar para a pista”, disse Ocon. “Foi uma primeira volta caótica.”

Ocon também se desculpou com a equipe pelo acidente, assumindo a responsabilidade. “O incidente de hoje foi minha culpa, o espaço estava muito apertado no final e peço desculpas à equipe por isso”, encerrou o piloto francês.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.