F1: Massa promete ‘lutar até o fim’ por justiça no GP de Cingapura de 2008

Felipe Massa, ex-piloto da Ferrari, está tomando medidas legais contra a FIA (Federação Internacional de Automobilismo), FOM (Formula One Management) e Bernie Ecclestone, ex-chefe da Fórmula 1, buscando justiça para o que ele considera uma “injustiça histórica” referente ao Grande Prêmio de Cingapura de 2008. O brasileiro acredita que os resultados da corrida, marcada por controvérsias, deveriam ter sido anulados, o que o teria consagrado como campeão mundial daquele ano.

“Sempre disse que lutaria até o fim,” Massa declarou em entrevista à Globo. “Como a FIA e a FOM decidiram não fazer nada, buscaremos a correção desta injustiça histórica nos tribunais.” A equipe jurídica de Massa está agora encarregada do caso, com plena autorização para tomar as medidas necessárias para que a justiça no esporte seja feita.

A ação, que foi confirmada ontem pela equipe legal de Massa, marca um novo capítulo na longa saga do GP de Cingapura de 2008, uma corrida que continua a ser um dos momentos mais polêmicos e discutidos na história recente da Fórmula 1. Massa, que perdeu o título daquele ano por uma margem estreita, há muito expressa sua insatisfação com o desfecho do campeonato, e agora busca reverter essa decisão através dos tribunais.