F1: Marko confia em engenheiros da Red Bull, mesmo com saída de Newey

Helmut Marko segue lamentando a saída de Adrian Newey da Red Bull Racing. O renomado projetista chegou à equipe em 2006 e contribuiu diretamente para a conquista de diversos títulos na Fórmula 1. Apesar disso, Marko reafirmou sua confiança na capacidade da equipe, de se manter competitiva mesmo sem o britânico de 65 anos.

Em entrevista ao Motorsport-Total.com, Marko afirmou: “Ele (Newey) teve papel fundamental em nossos sucessos.”

Paralelamente, a Red Bull se preparou para a eventual saída de Newey. A equipe renovou os contratos do diretor técnico Pierre Waché, do chefe de aerodinâmica Enrico Balbo e de Ben Waterhouse (chefe de engenharia de performance) antes do início da tual temporada, e neste final de semana Paul Monaghan, chefe de engenharia, também teve seu vínculo estendido.

“Nossa equipe técnica cresceu bastante. Temos jovens talentos como Ben Waterhouse e nomes experientes como Pierre Waché. Não acredito que a saída de Newey terá consequências drásticas para a Red Bull. Imagino que o desempenho técnico e a genialidade não serão prejudicados”, afirmou Marko.

O ex-piloto de 81 anos, no entanto, acredita que o fator psicológico possa ser afetado. “Vários jovens engenheiros provavelmente vieram para a Red Bull justamente pela atratividade de trabalhar com Newey, o projetista de maior sucesso da categoria”, finalizou Marko.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.