F1: Mesmo com vitória em Mônaco, Leclerc quer foco no desenvolvimento

Apesar de vencer o GP de Mônaco de Fórmula 1 e assim reduzir a diferença para o líder do campeonato Max Verstappen, Charles Leclerc prefere não falar sobre disputar o título de pilotos este ano.

O monegasco conquistou sua sexta vitória na carreira em Mônaco, enquanto Verstappen terminou apenas em sexto, o que diminuiu a vantagem do holandês para 31 pontos.

No entanto, Leclerc acredita que ainda é cedo na temporada para discutir sobre o título. Ele prefere se concentrar em maximizar o desempenho da Ferrari a cada corrida e buscar melhorias gradativas.

“São 31 pontos? Alguém me disse 23, fiquei animado. Mas 31 está bom. De qualquer forma, aceito, mas é um pouco mais do que me disseram. Então, sim, está tudo bem”, disse o piloto de 26 anos à imprensa após a corrida nas ruas de Monte Carlo.

“Mas não penso no campeonato por enquanto, ainda é muito cedo na temporada. Acho que as atualizações que levamos para Ímola ainda precisam mostrar o quão bem funcionam e aonde nos levarão. E então se trata de maximizar todos os finais de semana, e assim aos poucos, chegaremos lá”, acrescentou.

O triunfo de Leclerc em seu GP da casa vem na esteira de um pacote completo de atualizações introduzidas pela Ferrari na etapa anterior, em Ímola.

Embora a equipe italiana não tenha conseguido usar bem esse conjunto de atualizações durante o GP da Emília-Romanha, ele acredita que Mônaco não deve ser considerado o ponto de virada da temporada, sugerindo que isso aconteceu algumas corridas antes.

Tendo falhado duas vezes anteriormente em converter a pole position em vitória em Mônaco, Leclerc explicou que não alterou sua abordagem habitual para a corrida deste ano.

“Não, não, de jeito nenhum”, respondeu ele quando questionado se havia mudado a maneira como encara sua corrida em casa. “E acho que a percepção de fora às vezes pode mudar, mas no final o que eu tento, é manter as coisas o mais estáveis ​​possível”, completou o piloto monegasco.