F1: Leclerc e Sainz estão otimistas para 2024, segundo Vasseur

A Ferrari parece determinada a deixar para trás a temporada de 2023 da Fórmula 1, e focar em um 2024 mais promissor. O chefe da equipe, Frederic Vasseur, revelou que a equipe italiana está mudando 95% dos componentes do carro de 2023, o SF-23, na busca de um forte desafio à Red Bull na briga pelo título.

Para isso, Vasseur destaca a participação ativa dos pilotos Charles Leclerc e Carlos Sainz no desenvolvimento do novo carro. Segundo o francês, ambos tiveram ‘grande envolvimento desde o início e estão bastante satisfeitos com a situação’.

“É importante tê-los a bordo desde o começo”, afirmou Vasseur. “Eles estavam exaustos no final da temporada, mas já confirmaram seu retorno aos trabalhos no dia 09 ou 10 de janeiro. É crucial para eles que administrem bem o tempo, pois o próximo ano promete ser ainda mais exigente.”

Leclerc terminou a temporada forte, com três poles e três pódios nas últimas seis corridas, mas não conseguiu vencer nenhuma prova em 2023. Apesar disso, o monegasco acredita no progresso da Ferrari e se mostra otimista para o futuro.

“Sinceramente, foi uma temporada decepcionante. Esperávamos brigar pelo campeonato depois do ano passado. Mas logo na primeira corrida, percebemos a dificuldade diante da Red Bull, que deu um grande salto, principalmente em ritmo de corrida. Nós não demos o mesmo salto, então a partir daí houve um pouco de decepção”, disse ele.

“Por outro lado, se esquecermos a temporada passada, acho que progredimos bastante este ano, o que é positivo e me deixa confiante para o futuro. Porém, há uma grande diferença a ser descontada para chegarmos na Red Bull. Vamos trabalhar duro durante o intervalo entre as temporadas, e esperançosamente voltar no próximo ano com um carro capaz de superá-los”, encerrou o monegasco.

Com a promessa de um carro novo e a contribuição valiosa de seus pilotos, a Ferrari parece pronta para dar um passo à frente em 2024. Resta saber se será o suficiente para finalmente destronar a Red Bull, que dominou a Fórmula 1 em 2023.