F1: Jornalista afirma que Ricciardo é protegido por Horner

Segundo o jornalista Andrew Benson da BBC, Yuki Tsunoda está praticamente descartado da Red Bull Racing para a temporada 2025 da Fórmula 1, por conta de uma ‘proteção’ dada a Daniel Ricciardo pelo chefe da equipe, Christian Horner.

Apesar de superar Ricciardo em classificações e pontuação na atual temporada, Tsunoda seria a escolha de Helmut Marko, consultor de automobilismo da Red Bull. No entanto, a suposta ‘guerra’ interna entre Horner e Marko coloca o futuro do japonês em xeque.

Investigações sobre a conduta de Horner no início do ano, teriam gerado uma tensão entre o chefe de equipe e Marko. Embora as acusações feitas contra Horner tenham sido descartadas, a relação entre os dois estaria abalada.

“A impressão de fora é que não há absolutamente nada que Tsunoda possa fazer para ser considerado para uma vaga na Red Bull”, afirmou Benson em uma sessão de perguntas e respostas. “As lideranças simplesmente não o consideram altamente qualificado.”

Enquanto Tsunoda vem mostrando bons desempenhos, a situação coloca mais dúvidas sobre Ricciardo do que altera a visão da Red Bull sobre o japonês. Horner, de acordo com algumas fontes, protege Ricciardo no momento, livrando-o da ameaça de ser substituído pelo piloto reserva Liam Lawson na RB.

Marko, que provavelmente gostaria de promover Lawson, teria perdido poder e influência na disputa interna na Red Bull. Com Tsunoda já buscando alternativas em outras equipes, restam poucas opções dentro da marca de bebidas energéticas.

“É fácil imaginar uma dupla com Lawson e Ricciardo na RB em 2025, se Horner não mudar de postura e Tsunoda for para potro time”, disse Benson.

Diante disso, Tsunoda, que recentemente flertou com a Aston Martin, que vai utilizar motores Honda a partir de 2026, avalia seu futuro. Sem chances na Aston Martin devido aos contratos de Fernando Alonso e Lance Stroll, o japonês mira equipes como Williams, Haas e Alpine.