F1: Horner nega boato de saída e afirma existir união dentro da Red Bull

Após um início dominante para a Red Bull na temporada 2024 da Fórmula 1 hoje no Bahrein, o chefe de equipe, Christian Horner, descartou firmemente a ideia de que ele possa não estar no cargo na segunda corrida do ano, na Arábia Saudita, no próximo final de semana.

Max Verstappen conquistou a primeira pole position da temporada no Bahrein e a transformou em uma vitória dominante neste sábado. Sergio Perez, por sua vez, subiu do P5 no grid para um ótimo P2, garantindo uma dobradinha da Red Bull no Circuito Internacional do Bahrein, com Verstappen também conquistando o ponto de bônus pela volta mais rápida, garantindo à Red Bull a pontuação máxima na abertura da F1 em 2024.

Essa declaração de força na pista vem em um momento de turbulência fora dela para a Red Bull e Horner, com o chefe de equipe emitindo um comunicado, após o vazamento de supostas evidências por trás de uma recente investigação da Red Bull GmbH sobre ele, da qual ele saiu ileso. Em entrevista à Sky F1 após o GP do Bahrein, Horner foi questionado se a Red Bull é uma equipe unida tanto fora quanto dentro da pista.

“Sim, absolutamente”, disse ele. “Somos uma equipe muito forte. Temos um apoio tremendo. Temos ótimos parceiros, e grandes acionistas nos apoiando também. Você não alcança esse tipo de resultado sem estar unido.”

Sobre o tema dos acionistas, foi mencionado a Horner que ele conversou com o co-proprietário da Red Bull GmbH, Chalerm Yoovidhya, no grid antes do GP do Bahrein. Sendo assim, Horner foi questionado se confia no apoio dos superiores da Red Bull e se continuará como chefe da equipe, cargo que ocupa desde a estreia do time na F1 em 2005, no próximo GP da Arábia Saudita.

“Sim, absolutamente, eu não estaria aqui do contrário”, afirmou Horner.

A Red Bull parece estar bem posicionada para um novo desafio pelo título em 2024, com o piloto da Ferrari, Carlos Sainz, o melhor piloto fora da Red Bull, terminando 25 segundos atrás de Verstappen no Bahrein.

No entanto, Horner não está pronto para comemorar uma vitória de cmpeonato ainda, argumentando que não se pode determinar muita coisa com base nos resultados de uma única pista. Além disso, ele acredita que a estratégia da Red Bull de poupar um conjunto de pneus macios C3 em ambos os carros no período final da corrida, acabou artificialmente aumentando a diferença para os perseguidores.

“É um ótimo começo. É um evento único, em um circuito com um asfalto específico e temperaturas bem baixas”, disse Horner. “Na próxima semana, é circuito de rua, temperaturas muito mais altas, então acho que vamos ter que ver três, quatro, cinco corridas antes de ver um padrão real.”

“O que vimos nos testes é que o grid se aproximou, então não dá para basear muito nessa única corrida. Levamos um jogo de pneus macios extra para a corrida, o que também distorce o último stint. Ficamos surpresos que outros não fizeram isso, mas foi uma grande performance de Max, grande performance de Checo, e um início de temporada perfeito”, finalizou Horner.