F1: Horner diz que Ferrari fez “metade do trabalho” contra Mercedes em Abu Dhabi

Christian Horner mostrou ter prestado atenção na tentativa da Ferrari de conseguir o vice nos Construtores na F1. Para o chefão da Red Bull, a equipe italiana fez apenas metade do trabalho para tentar bater a Mercedes no GP de Abu Dhabi.

Os times italiano e alemão chegaram à última etapa da temporada 2023 ainda na disputa pela segunda colocação entre as equipes. Ao longo das 58 voltas e com a constante troca de posições, a classificação vinha sendo atualizada e tudo ficou indefinido até a bandeira quadriculada.

Acontece que nas voltas finais, Charles Leclerc estava na segunda posição com Sergio Pérez em terceiro e George Russell em quarto. Entretanto, o mexicano teria 5s de punição a pagar e foi nesse momento que o monegasco tentou dar o pulo do gato: deixou o adversário passar para segurar o britânico.

A tentativa foi válida, mas como foi feita nas voltas finais, não deu tempo de abrir 5s para Checo. No final, com Charles em segundo, Russell em terceiro, Lewis Hamilton em nono e Carlos Sainz fora dos pontos, a Mercedes terminou como vice-campeã.

“Foi a coisa lógica a se fazer. Da posição da Ferrari, fizeram apenas metade do trabalho porque deixaram Checo passar, e como Checo havia mostrado naquele setor do circuito [setor 3], você consegue segurar algum tempo ali”, avaliou Horner.

“Charles precisava segurar George um pouco para conseguir aquele tempo extra, mas agora teremos um vizinho diferente [no pitlane] no ano que vem”, completou.