F1: Hamilton revela “processo profundo” após decepção no GP do Catar

Lewis Hamilton revelou ter passado por um profundo processo para reverter seu cenário na F1 em 2023. Após terminar no pódio do GP dos Estados Unidos deste domingo (22), o piloto contou que se sentiu decepcionado como tinha deixado a Mercedes na mão após o Catar.

A última etapa disputada foi de um grande revés para a equipe alemã. O motivo é que assim que foi dada a largada, o heptacampeão e George Russell acabaram se chocando, obrigando o abandono do sete vezes campeão mundial.

Então, para a prova deste final de semana no Circuito das Américas, o britânico explicou que precisou chacoalhar a poeira – e deu certo, já que conseguiu avançar no pelotão para se colocar em segundo e pressionar Max Verstappen nas voltas finais.

“Foi muito difícil após a última corrida, primeiro com tudo o que está acontecendo no mundo e com o grande erro que cometi. Sinto que deixei a equipe muito na mão, então, tive de passar por um longo processo. Não é sobre como você cai, é sobre como se levanta”, falou.

Hamilton também não deixou de parabenizar a Red Bull e Verstappen. “Precisamos celebrá-los. Fizeram um ótimo trabalho, Max não comete erros. Tinha esperança, mas precisava de mais voltas. Mas nós lutamos. Sempre amei os EUA desde que tinha oito anos, sempre me senti em casa aqui”, completou.