F1: GP de Mônaco não tem alteração de posições dentro do top-10

Charles Leclerc venceu o GP de Mônaco da F1 e tirou sua “zica” que tinha no circuito caseiro. Entretanto, mesmo com a boa história contada no final de semana, muitos, inclusive pilotos, apontaram que a prova foi chata e sem grandes emoções.

Um dos maiores acontecimentos aconteceu ainda na largada. Disputando posição, Kevin Magnussen e Sergio Pérez se enroscaram no traçado, ainda levando junto Nico Hülkenberg, obrigando interrupção por bandeira vermelha. Nisso, inúmeras equipes optaram por fazer já a troca de pneus e não precisar parar mais.

Dentro do top-10, por exemplo, apenas Lewis Hamilton e Max Verstappen fizeram suas passagens pelos boxes. Ainda, com poucas oportunidades de ultrapassagens na pista, as dez primeiras posições não sofreram qualquer mudança das colocações de largada.

Isso marcou a primeira vez na história da F1 que o fato aconteceu. Durante a prova, o tricampeão holandês chegou a dizer que a disputa estava chata e deveria levar um travesseiro; já o heptacampeão britânico propôs mudanças para tornar Mônaco mais emocionante.

Durante o final de semana, então, a classificação acaba se tornando a sessão mais emocionante da F1 no Principado. Com carros largos e pistas estreitas, é necessário pensar, então, em mudanças para tornar as corridas mais animadas.