F1
|
11 de junho de 2024 14:37

F1: Gasly foca em resultado positivo da Alpine apesar de tensão por ordem de equipe

Pierre Gasly optou por destacar os aspectos positivos do GP do Canadá de Fórmula 1 para a Alpine, mesmo diante da insatisfação do companheiro de equipe, Esteban Ocon, quanto a uma ordem de equipe.

O francês de 28 anos considerou a decisão para que Ocon abrisse caminho nas voltas finais ‘sem grandes problemas’, embora seu companheiro de equipe tenha reclamado pelo rádio antes de ceder. A estratégia era que Gasly atacasse Daniel Ricciardo, mas isso não aconteceu, e a dupla da Alpine manteve as posições até a bandeira quadriculada.

Após a corrida, Ocon rapidamente alimentou a negatividade, expressando sua irritação devido à não devolução da posição antes do final da corrida. Gasly, por outro lado, preferiu focar no melhor final de semana da Alpine na temporada até agora, mesmo que seu ataque sobre Ricciardo não tenha sido bem sucedido.

“Em primeiro lugar, acho que a principal notícia é que pontuamos com os dois carros”, disse Gasly à imprensa, após a dupla terminar em nono (Gasly) e décimo (Ocon). “Olhando para todas as simulações feitas esta manhã (domingo), nenhuma delas parecia ser possível. Então, definitivamente foi um dia muito positivo para a equipe.”

“O objetivo estava bem claro. Eu estava mais rápido com os pneus duros no final da corrida, e estava bem atrás de Daniel (Ricciardo). Assim que Daniel ultrapassou Esteban, o objetivo era que o outro carro me deixasse passar para tentar ultrapassá-lo nas últimas quatro voltas com o DRS. Demorou um pouco mais do que gostaríamos, mas sinceramente, não é grande coisa”, acrescentou.

Apesar de largarem em P15 e P18, respectivamente, a performance de Gasly e Ocon para conquistar três pontos e encostar na Haas na briga pelo sétimo lugar do campeonato de construtores (apenas dois pontos atrás), foi inegavelmente forte.

No entanto, com a confirmação da saída de Ocon ao final da temporada 2024, finais de semana consecutivos com tensão interna e atenção externa, aumentarão a pressão sobre um início de campeonato já decepcionante para a equipe francesa.

O que aconteceu na Alpine entre os dois pilotos nas voltas finais não foi televisionado, mas Gasly afirmou que Ocon demorou duas voltas para obedecer às instruções e ceder a posição, o que, segundo ele, lhe tirou qualquer chance de ultrapassar o carro da RB.

Apesar disso, ele também afirmou que isso ‘não é grande coisa’ e que houve ótimo trabalho em equipe para garantir um resultado que ele considera muito valioso.

“O problema são essas duas voltas para Daniel sair do DRS, quando você faz isso a duas voltas do fim de corrida, é tarde demais”, disse Gasly. “Se tivesse sido feito um pouco antes, então eu estaria no DRS e teria um pouco mais de chances. Mas sinceramente, não é grande coisa. Ainda assim acho que fizemos um ótimo trabalho em equipe hoje… foi um dia muito bom para toda a equipe, e os três pontos conquistados podem ser muito valiosos no final do ano”, encerrou o piloto francês.

This website is unofficial and is not associated in any way with the Formula 1 companies. F1, FORMULA ONE, FORMULA 1, FIA FORMULA ONE WORLD CHAMPIONSHIP, GRAND PRIX and related marks are trade marks of Formula One Licensing B.V.