F1: FIA contrata ex-funcionária da McLaren como Chefe Técnica de Auditoria

A FIA anunciou a contratação de Marianne Hinson como a nova ‘Chefe Técnica de Auditoria’. Com uma história profissional na equipe McLaren e vasta experiência na Fórmula 1, Hinson assumirá a responsabilidade de monitorar as atividades das equipes relacionadas aos túneis de vento, desenvolvimento aerodinâmico e ‘dinâmica de fluidos computacional’ (CFD).

Cada equipe da Fórmula 1 tem direito a um número específico de horas para esses desenvolvimentos, e Hinson terá a importante função de supervisionar e garantir o cumprimento dessas regulamentações. Devido à essas regras, a atual campeã Red Bull, possui o menor número de horas disponíveis.

Hinson, que passou quase dez anos na McLaren e acumulou 23 anos de experiência em equipes de Fórmula 1, expressou seu orgulho pela nova função em uma publicação no LinkedIn: “Depois de quase 10 anos na McLaren e 23 anos em equipes de F1, estou fazendo algo diferente. Estive envolvida em consultorias e desfrutei de um breve descanso durante o verão. Mas eu não poderia ficar longe da F1 por muito tempo. Estou me juntando à FIA como Chefe de Auditoria Técnica para a F1.”

A contratação de Hinson pela FIA destaca o compromisso da entidade em realizar visitas não anunciadas às equipes com mais frequência, demonstrando uma abordagem mais rigorosa e vigilante em relação às operações das equipes na Fórmula 1.