F1: FIA anuncia Monchaux como novo diretor técnico de monopostos

A FIA, entidade máxima do automobilismo mundial, nomeou o ex-diretor técnico da Alfa Romeo (atual Stake F1 Team – Sauber), Jan Monchaux, como o novo diretor técnico de monopostos.

Essa decisão de Monchaux de se juntar à FIA, ocorre em um período de recente transformação para a entidade, que perdeu alguns de seus membros sêniores nos últimos meses, incluindo Tim Goss, que deixou o cargo para assumir como diretor técnico na Visa Cash App RB (ex-Alphatauri), posição que oficialmente ocupará apenas em outubro.

O franco-alemão de 45 anos será diretamente subordinado ao chefe de monopostos da FIA, Nikolas Tombazis, e ficará encarregado de moldar as regulamentações para 2026, quando novas unidades de potência serão introduzidas na Fórmula 1.

Ao comentar sobre sua nomeação, Monchaux afirmou: “Estou muito feliz por me juntar à FIA como diretor técnico e ansioso pelos desafios que esse cargo traz. Trabalhei no lado dos competidores por muitos anos, mas agora a oportunidade de ajudar a moldar o futuro do esporte com a entidade reguladora, é uma perspectiva que aprecio.”

Nikolas Tombazis, ao dar as boas-vindas a Monchaux, disse: “Estou animado em receber Jan na FIA para desempenhar um papel importante no departamento técnico e na elaboração das futuras regulamentações do esporte. A chegada de Jan fortalecerá nossa extensa expertise técnica.”

Monchaux tem uma extensa carreira na F1 e no automobilismo, iniciando sua jornada com a Toyota em 2002, passando pela Ferrari em 2010, Audi Sport em 2013, e finalmente, Sauber em 2018. Durante esses períodos, esteve profundamente envolvido no desenvolvimento aerodinâmico.

Em meados de 2019, Monchaux sucedeu Simone Resta como diretor técnico da Alfa Romeo, posição que ocupou até ser substituído no ano passado por James Key.