F1: Ex-engenheiro de Massa fala sobre polêmico título de 2008

O caso de Felipe Massa, que tenta reabrir a disputa do título da Fórmula 1 na temporada 2008, devido à manipulação ocorrida no GP de Singapura daquele ano, divide opiniões. Rob Smedley, ex-engenheiro de Massa na Ferrari, expressou apoio ao brasileiro, mas destacou que a busca pelo título em si não tem tanta importância para ele.

“Seja o que tenha acontecido ontem, bom ou ruim, eu me levanto e sigo em frente”, afirmou Smedley no podcast The Race. “Mais troféus, medalhas ou qualquer que seja o nome que dê a isso, é irrelevante para mim. Estou interessado no que está acontecendo hoje, amanhã e depois.”

No entanto, Smedley reconhece a importância da questão para Massa: “Felipe sente muito por isso. Ele é como um irmão mais novo para mim. Se é algo em que ele acredita com tanta convicção, é porque ele está buscando justiça.”

Mesmo sem prever o desfecho da situação, Smedley acredita que qualquer vitória de Massa poderia abrir um precedente para corrigir injustiças passadas no esporte: “Todos têm o direito de buscar o que consideram justo. Esse é o caso de Felipe. Há muitas partes envolvidas, estamos revisitando o passado, mas não tenho ideia de onde isso vai parar. Se houver uma decisão a favor do que Felipe busca, será interessante ver como o esporte vai lidar com decisões injustas do passado, não apenas na Fórmula 1.”

Sobre o GP de Singapura de 2008, Smedley não esconde seu ponto de vista: “Como alguém bate lá? Assistindo, achei estranho, mas nos replays ficou claro o que aconteceu. Acabou sendo óbvio logo depois. Não acho que haja qualquer dúvida, especialmente entre as pessoas próximas, na Ferrari e no paddock. Todos vimos que algo estava errado”, concluiu.

O que ocorreu no GP de Singapura de 2008, realmente foi um fato lamentável. A equipe Renault (atual Alpine) pediu para que o brasileiro Nelson Piquet Jr., batesse propositalmente na barreira de proteção para ajudar seu então companheiro de equipe, Fernando Alonso, a vencer a corrida, o que acabou acontecendo. O problema é que o resultado daquele GP, acabou mudando o resultado do campeonato daquele ano, quando Lewis Hamilton conquistou seu primeiro título na F1, com apenas um ponto de vantagem sobre Massa.