F1: Equipe Haas conseguiu completar seu programa de testes na sexta-feira

A Haas conseguiu completar seu programa de testes nessa sexta-feira, mesmo com as interrupções por bandeiras vermelhas no TL2 para o GP de Abu Dhabi de Fórmula 1. No TL1, o jovem Oliver Bearman substituiu Nico Hulkenberg que retornou no TL2, enquanto Kevin Magnussen participou das duas sessões.

Guenther Steiner, chefe da equipe: “No TL1 passamos pelo nosso programa de testes e Oliver fez um bom trabalho como fez no México, foi uma pilotagem muito sólida e muito estável. O TL2 foi um pouco interrompido, com duas bandeiras vermelhas, uma delas causada por nós, com Nico sendo um pouco otimista demais ao entrar na curva 1 com pneus macios novos. Isso significou que Kevin não poderia fazer uma volta com seus novos macios, e portanto, optamos por colocá-lo em uma corrida longa. Ainda há muito a fazer amanhã antes de estarmos prontos para a corrida. Como sempre, em uma volta não acho que estejamos muito longe, mas nas corridas longas teremos dificuldades”, concluiu.

Magnussen: “No TL2 não conseguimos uma volta com pneus macios, então antes da bandeira vermelha eu estava em quarto, nada mal. É difícil dizer onde realmente estaremos amanhã, então veremos. Não aprendemos nada com o pneu macio, já que não o usamos, então optamos por fazer uma corrida mais longa com o composto médio, enquanto outros fizeram uma corrida curta com os macios, então pelo menos conseguimos mais voltas do que outros nos médios”, acrescentou.

Hulkenberg: “Foi um erro da minha parte, erro do piloto, eu só queria um pouco demais, muito cedo. Perdi o carro, não foi um grande impacto, mas encerrou a minha sessão, por isso foi um dia muito curto no geral, com apenas uma volta realmente, já que também não pilotei no TL1. O TL3 é durante o dia, com temperaturas de pista muito mais quentes, por isso não é realmente representativo e não é ótimo em termos de aprendizagem do carro, mas será útil para me sentir mais confortável”, finalizou.

Bearman: “Estou muito feliz por ter completado mais um TL1 e acumulado mais milhas em um carro de Fórmula 1, nunca vou reclamar disso. Foi uma sessão positiva, desenvolvi passo a passo, o carro estava bem embaixo de mim e completamos o programa, é para isso que estou aqui. Acho que a equipe está feliz, mas não pude conversar com eles porque tive que voltar para a Fórmula 2 depois, então é isso que farei esta noite”, encerrou o jovem piloto.