F1: “É bom ver um pódio diferente sem a Red Bull e o Max”, diz Norris

Lando Norris, da equipe McLaren, terminou a corrida na 4° posição no Grande Prêmio de Mônaco de F1 e foi totalmente franco após a corrida. O piloto britânico expressou sua satisfação por ver um pódio sem a presença da equipe Red Bull e de Max Verstappen, destacando a competitividade das equipes McLaren e Ferrari.

“É bom ver um pódio diferente sem a Red Bull e o Max”, disse Norris.

Apesar de sua posição de largada, Norris elogiou o desempenho da Ferrari e comentou sobre a proximidade das equipes em relação à Red Bull durante o fim de semana em Mônaco: “Não acho que eles estejam lutando tanto, não estavam vencendo, mas estavam a duas décimas ou algo assim, duas décimas e meia atrás do pole, então não foi um mau fim de semana para eles”, afirmou Norris.

No entanto, Norris também foi crítico em relação às regras de bandeira vermelha, especialmente após o incidente envolvendo Carlos Sainz, da Ferrari, que conseguiu recuperar P3 após um furo de pneu na volta 1: “Carlos teve sorte com a bandeira vermelha porque estava fora ou em último, e isso foi culpa dele. Mas, para ele recuperar isso foi irritante porque me colocou de volta em quarto”, expressou Norris.

O piloto da McLaren destacou a falta de justiça nessas situações, observando que as regras podem favorecer injustamente alguns pilotos após erros cometidos durante a corrida: “Ele bateu em Oscar e causou o furo de pneu. Não acho que seja justo… Quando você pensa nisso de forma direta, é frustrante e injusto, ele pode desfazer esse erro e ganhar um pit stop grátis, não é justo”, finalizou Norris.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.