F1: Domenicali acredita em maior competitividade entre as equipes em 2024

O CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali, expressou sua expectativa de uma competição mais acirrada na categoria em 2024. Apesar do domínio da Red Bull na temporada 2023, Domenicali acredita que as outras equipes terão mais oportunidades de se destacar no próximo ano.

Em entrevista à Sky Sports, Domenicali destacou o progresso da McLaren como um exemplo de como as equipes podem avançar rapidamente na Fórmula 1. A McLaren começou a temporada na parte de trás do grid, mas conseguiu alcançar pódios consistentes no final do ano.

“Com relação ao lado esportivo, gostaria de dar os parabéns a Max (Verstappen)”, disse Domenicali. “Foi algo impressionante em termos de maturidade e padrões, para a Red Bull, mas também o que eu gostaria de trazer, é que no lado esportivo, mais uma vez, existem dois elementos.”

“Primeiro, para aqueles que dirão que com um teto orçamentário você não pode desenvolver o carro, eu diria que a McLaren provou que isso não é verdade. Você viu a sessão de classificação em Abu Dhabi, 20 carros em menos de um segundo. Então, pelo menos nesse aspecto, estamos muito, muito perto. Claro, o ritmo de corrida é diferente. E acho que essas serão as principais coisas que veremos diferentes no próximo ano”, acrescentou.

Domenicali também ressaltou que a F1 está entrando em um período crucial de dois anos antes da introdução de um novo regulamento de unidades de potência em 2026. Isso significa que as equipes terão que se concentrar em maximizar o potencial de seus carros atuais, enquanto também começam a se preparar para o futuro.

“Existem dois anos que são realmente cruciais, porque então teremos uma grande mudança, talvez relacionada ao novo equilíbrio da unidade de potência e assim por diante”, disse Domenicali. “Acho que as equipes estão realmente focadas em desenvolver o carro atual e também em entender o que será necessário para o futuro”, finalizou.