F1: “Desempenho não é surpresa para nós,” diz Russell após GP do Canadá

George Russell terminou na 3° posição no Grande Prêmio do Canadá de F1, mas acredita que poderia ter disputado a vitória com Max Verstappen se erros tivessem sido evitados. Durante o último período de safety car, a Mercedes sacrificou a posição na pista para trocar por pneus médios, e Russell quer avaliar essa decisão, ele também sugere que o desempenho da Mercedes neste fim de semana não foi uma surpresa, mas quer esperar por Barcelona antes de confirmar o retorno da equipe.

A decisão da Mercedes de fazer um pit stop fez com que Russell perdesse posição na pista para Oscar Piastri. No final, isso significou que Russell teve que lutar para recuperar posições, e agora o piloto britânico quer revisar sua decisão.

“Eu estava pressionando para parar porque achava que o novo pneu médio seria realmente competitivo no final. Preciso analisar isso porque, para ser honesto, com o benefício da retrospectiva, acho que tínhamos um ritmo muito bom. Aqueles caras estavam com o médio e eu com o duro, acho que estaríamos em uma posição muito forte para lutar. Mas houve muitas mudanças e você sabe como as coisas se desenrolam retrospectivamente,” disse Russell.

O fato de a Mercedes estar discutindo esses momentos de tomada de decisão, que potencialmente custaram à equipe uma luta pela vitória, mostra que estão fazendo melhorias. Mas Montréal é um circuito único, com uma corrida realizada em condições igualmente únicas. Russell quer esperar mais um Grande Prêmio antes de fazer promessas sobre o retorno da equipe à frente do grid.

“A Red Bull teve um pouco de dificuldade com o carro nas últimas três corridas, então acho que precisamos ver como será o desempenho deles em Barcelona, que é um circuito um pouco mais convencional. Mas esse aumento de ritmo que vimos em nós neste fim de semana não foi uma surpresa para nós porque todos os números na fábrica nos disseram que encontraríamos um grande ganho de desempenho com essas atualizações. Então, Barcelona vai ser interessante para todos,” finalizou Russell.