F1: Decepção para a RB em Barcelona

A equipe RB não teve um bom desempenho no GP da Espanha de Fórmula 1, enquanto esperava um resultado muito melhor, porém Daniel Ricciardo terminou a corrida apenas em P15 e Yuki Tsunoda em P19.

Laurent Mekies, chefe da equipe: “Viemos aqui com grandes esperanças nas atualizações que todos na fábrica trabalharam tanto para projetar e produzir, como parte de nossa agressiva estratégia de desenvolvimento. Infelizmente, desde o início dos treinos livres nos faltou ritmo em todas as sessões. Não faz sentido negar que este foi um fim de semana ruim para nós, e embora as diferenças tenham sido muito pequenas, não vamos dar desculpas pelo fato de não termos sido competitivos. Dadas as nossas posições de largada, seriam necessárias algumas circunstâncias incomuns, como chuva, um safety car, mas a corrida foi bastante linear e embora ambos os pilotos tenham dado o seu melhor, deixamos a Espanha sem nada para mostrar pelos nossos esforços. Olhando para os aspectos positivos, fizemos muitos testes em ambos os carros para adquirir o máximo de dados possível. Agora, todo o nosso grupo enfrenta um duro teste para tentar fazer algum progresso nos poucos dias disponíveis até estarmos de volta à pista no Red Bull Ring. É uma temporada muito longa, então certamente haverá alguns finais de semana difíceis. Só temos que deixar isso para trás, não devemos ficar desanimados, mas sim olhar para frente e nos concentrar em reagir imediatamente dentro de alguns dias na Áustria”, concluiu.

Ricciardo: “É obviamente decepcionante terminar em 15º, mas estou feliz com a minha corrida e como conseguimos isso como equipe nas duas paradas, mas honestamente, hoje sinto que maximizei tudo com uma boa corrida. Gerenciei os pneus e acelerei quando precisava, então, infelizmente, acho que não tive mais para mostrar neste fim de semana. Certamente há muito o que aprender em finais de semana como este. Pegamos alguns pontos positivos e mais algumas coisas para trabalhar, porque parece que está faltando alguma coisa no novo pacote. Vamos trabalhar nisso esta noite, tentando entender mais na preparação para a Áustria na próxima semana”, acrescentou.

Tsunoda: “Foi uma corrida dura, na qual lutei muito. O manejo do carro definitivamente não foi fácil e não me senti tão confortável como normalmente me sinto. Algo não estava certo, e vamos analisar tudo o que aconteceu para entender o que não funcionou bem e voltar mais fortes na Áustria”, encerrou o piloto japonês.