F1: Comissários isentam Hulkenberg e Norris de culpa após contato no TL1 em São Paulo

Os comissários da Fórmula 1 optaram por não aplicar penalidades a Nico Hulkenberg e Lando Norris após um incidente de contato leve durante o primeiro treino livre (TL1) para o Grande Prêmio de São Paulo. No incidente, Norris foi deslocado para fora da trajetória ideal na Curva 12, enquanto Hulkenberg conduzia lentamente pela linha de corrida.

Norris, em sua volta rápida, ultrapassou Hulkenberg pela esquerda, resultando em um toque entre as rodas dos dois carros, mas sem danos maiores. Embora o incidente tenha sido considerado pelos comissários pós-sessão, foi determinado que nenhum dos pilotos teve culpa predominante na colisão.

O comunicado dos comissários detalhou: “Norris estava numa volta rápida consistente quando alcançou Hulkenberg, que estava numa volta de saída, antes da Curva 12. Hulkenberg manteve-se na linha de corrida quando Norris passou por ele à esquerda. Justamente antes de fazer a curva, Norris manteve uma linha reta enquanto Hulkenberg já iniciava a virada para a curva à esquerda, causando um contato leve entre a roda dianteira de Hulkenberg e a roda traseira direita de Norris.”

Com base nas evidências e nos relatos dos pilotos, os comissários concluíram que ambos contribuíram para o incidente e que não houve predominância de culpa. Consequentemente, não haverá penalidades ou medidas adicionais para Hulkenberg ou Norris, permitindo que ambos continuem o fim de semana de corrida sem nenhuma sanção adicional.

Este julgamento dos comissários sublinha a necessidade de avaliações criteriosas nas competições de corrida, enfatizando a importância da interpretação das regras e ações dos pilotos no contexto da competição. Com mais treinos e a Qualificação Sprint pela frente, pilotos e equipes estarão, sem dúvida, ainda mais vigilantes ao gerenciar o tráfego na pista e ao buscar posições estratégicas para as próximas fases do fim de semana no icônico circuito de Interlagos.