F1: Comissários decidem não aplicar penalidades após incidentes nos boxes em Abu Dhabi

Os comissários da Fórmula 1 decidiram não aplicar penalidade, após convocarem todas as equipes para investigação dos incidentes ocorridos nos boxes durante o GP de Abu Dhabi.

Durante a corrida, Lewis Hamilton, Pierre Gasly, Max Verstappen, Logan Sargeant e Zhou Guanyu foram investigados por infrações durante suas paradas nos boxes.

A FIA esclareceu posteriormente que isso ocorreu conforme o Artigo 34.13 do Regulamento Desportivo, que estabelece que a proteção ocular é obrigatória durante as paradas nos boxes para os membros das equipes.

Na audiência, os comissários examinaram relatórios e evidências em vídeo, concluindo que várias violações do Artigo 34.13 foram cometidas.

Entretanto, as evidências em vídeo foram consideradas ‘insuficientemente claras’, para determinar se em casos de viseiras aberta, outras formas adequadas de proteção ocular foram utilizadas, como óculos.

Os comissários observaram ainda ‘inúmeros exemplos de não utilização de proteção ocular’.

Na decisão, os comissários ressaltaram a importância da proteção ocular para todos que trabalham nos carros durante as paradas nos boxes, instando as equipes a garantirem o respeito ao artigo no futuro.