F1: Cinco pilotos sob investigação por descumprimento de regra nas paradas nos boxes em Abu Dhabi

Uma regra incomum na área dos boxes está causando investigações para parte do grid no GP de Abu Dhabi de Fórmula 1.

Lewis Hamilton foi o primeiro a ser notificado sobre a regra, seguido rapidamente por Pierre Gasly. Inicialmente, não estava claro o que qualquer um dos pilotos havia feito para justificar uma investigação.

Minutos depois, a FIA revelou que a questão estava relacionada aos membros das equipes nos boxes potencialmente não estarem utilizando a proteção ocular necessária durante um pit stop.

A regra mais provável em questão é a 34.13 do regulamento esportivo, que estabelece:

“Os membros das equipes só podem estar na área dos boxes imediatamente antes de serem necessários para trabalhar no carro, e devem se retirar assim que o trabalho estiver completo. Todos os membros das equipes que realizam qualquer trabalho em um carro na área dos boxes, quando o carro está em sua posição de parada durante a sessão de classificação, na classificação Sprint, na corrida Sprint, ou durante uma parada no pit stop durante um GP, devem estar usando capacetes que atendam ou excedam os requisitos de ECE 22.05, capacete de estrada europeu para motocicletas, capacete de estrada dos EUA DOT ou JIS T8133-2015, classe 2, capacetes de proteção JPN para usuários de automóveis. O uso de proteção ocular adequada é obrigatório.”

No total, cinco pilotos estão sob investigação, mas é mais provável que isso resulte em multas para as equipes, em vez de uma penalidade de tempo. Mais detalhes sobre o assunto divulgaremos em breve.