F1: Chefe da McLaren aponta largadas como trunfo de Verstappen

O chefe da McLaren, Andrea Stella, destacou as ótimas largadas de Max Verstappen como um fator subestimado, mas que contribuiu para o recente domínio da Red Bull na Fórmula 1.

Verstappen lidera o campeonato de pilotos com folga, vencendo todas as corridas, exceto duas, nas primeiras sete etapas da temporada 2024.

No entanto, o holandês quase sofreu a segunda derrota consecutiva para a McLaren em Ímola, quando Lando Norris pressionou o líder na parte final da corrida. Mas a vantagem conquistada por Verstappen na sessão de classificação e na largada, foi suficiente para garantir a vitória por sete décimos.

Stella acredita que a habilidade do holandês de não perder posições na largada não é coincidência, e é um mérito da Red Bull.

Questionado se a ‘fuga’ de Verstappen na relargada em Ímola se devia à unidade de potência ou a algum software, Stella respondeu: “Não. Acho que se olharmos para a consistência de Verstappen nas largadas, é incrível. Claro que ele conquista poles, mas raramente o vemos perdendo a posição na primeira curva. Mais uma vez, essa consistência nas largadas é resultado de um bom trabalho.”

“Eu costumo dizer que admiro como eles conseguem vencer tão consistentemente, porque há tantas maneiras pelas quais as coisas podem dar errado. Alcançar esse nível de consistência nas largadas depende da execução do piloto, do preparo dos pneus, de ter um bom motor na fase de aceleração, e claro, de um pouco de vantagem no tempo de reação”, disse ele.

“Mas se você tem largadas tão consistentes como as de Max, então não perde a posição. É preciso fazer um bom trabalho em todos os aspectos para ser bem-sucedido, e é isso que estamos tentando fazer”, finalizou Stella.