F1: Chefe da Haas fala em atualização para seguir ‘conceito Red Bull’

A Haas está com grandes expectativas para o GP dos Estados Unidos, a prova caseira na F1. Tanto é que Gunther Steiner, chefe do time, explicou que a equipe norte-americana traz uma grande atualização para a disputa em Austin e pontuou os motivos por trás da decisão.

A Red Bull tem sido o nome a ser batido ao longo da temporada 2023, mas sem grande sucesso para as adversárias. Com o tamanho sucesso da equipe austríaca e Max Verstappen, é óbvio que o carro do time é o mais visado para servir de inspiração para os demais do pelotão.

E justamente é este o caminho que vai ser adotado pela Haas. “Nós mudamos o conceito do carro porque com o que começamos, por conta do regulamento novo no ano passado, não conseguíamos mais ter nenhum ganho em performance. Criar mais dowforce e menos arrasto, não estava mais lá, então, precisávamos mudar esse conceito, que é mais conhecido como o ‘conceito Red Bull'”, explicou

Steiner seguiu o discurso afirmando que vai ter uma mudança na equipe. “É uma atualização substancial e conseguimos fazer isso dentro do teto de gastos porque não tivemos nenhuma mudança no início da temporada porque, de novo, voltando, não conseguíamos encontrar nenhum desempenho que pudéssemos colocar em partes do carro”, completou.