F1
|
11 de junho de 2024 10:31

F1: Chefe da Ferrari justifica frustração de Leclerc com motor em Montreal

Frederic Vasseur, chefe da Ferrari, revelou o motivo da baixa performance de Charles Leclerc no GP do Canadá de Fórmula 1, e afirmou compreender a frustração do piloto. O monegasco abandonou a corrida devido a problemas na unidade de potência.

Vasseur disse que ‘ficaria preocupado’ se Leclerc não estivesse frustrado. “Quando você está no carro lutando e vê que está perdendo 10 ou 15 km/h sem chance de ultrapassargem, e seus engenheiros te dizem que está perdendo cerca de 80 cavalos de potência, é perfeitamente compreensível que a motivação seja difícil de encontrar”, disse o chefe de equipe à imprensa. “Você está no Canadá, sabe que não vai ultrapassar nunguém com esse déficit. Entendo perfeitamente a frustração. Se ele não estivesse frustrado nessas condições, eu ficaria preocupado”, acrescentou.

O problema no motor de Leclerc atingiu a Ferrari em cheio. O companheiro de equipe Carlos Sainz, também teve problemas na sessão de classificação e largou apenas em 12º. O espanhol cometeu um erro na corrida e abandonou após colidir com Alexander Albon da Williams.

Para piorar a situação de Leclerc, a Ferrari optou por uma estratégia arriscada de colocar pneus slicks antes do restante do grid. A decisão se mostrou precipitada, e o piloto teve que voltar aos boxes para trocar os pneus duros pelos intermediários, ficando uma volta atrás dos cinco primeiros colocados.

A Ferrari ainda não identificou a causa exata do problema na unidade de potência de Leclerc. “Ainda é cedo para saber. Não é apenas o motor em si. Acho que é mais o controle do motor, que nos obrigou a desligá-lo completamente”, finalizou Vasseur.

This website is unofficial and is not associated in any way with the Formula 1 companies. F1, FORMULA ONE, FORMULA 1, FIA FORMULA ONE WORLD CHAMPIONSHIP, GRAND PRIX and related marks are trade marks of Formula One Licensing B.V.