F1: CEO da RB confirma interesse em manter atual dupla de pilotos

Apesar de Yuki Tsunoda frequentemente superar seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo, uma vaga na Red Bull Racing parece fora de cogitação para o piloto japonês. Com a provável renovação de Sergio Perez como companheiro de Max Verstappen, Tsunoda precisa olhar para outras opções. A Audi surge como uma alternativa séria, mas caso não se concretize, a RB, sua atual equipe, segue como um destino certo.

O CEO da RB, Peter Bayer, demonstra grande satisfação com o desenvolvimento de Tsunoda. “Definitivamente acredito que ele deu um grande passo à frente. Isso envolve preparação física, mas também sua prontidão mental para atuar e entregar resultados. Um exemplo que mencionei outro dia, foi que ele simplesmente entendeu que cada vez que xingava no rádio, isso lhe custava um décimo de segundo, então ele se controlou.”

De acordo com Bayer, Tsunoda é extremamente profissional em seu relacionamento com os engenheiros. Questionado informalmente sobre o interesse da RB em tê-lo na equipe na temporada 2025 da Fórmula 1, Bayer respondeu: “Sim”. O companheiro de equipe do japonês também parece bem definido. Apesar do baixo rendimento recente, Ricciardo lidera a disputa pela segunda vaga na equipe irmã da Red Bull Racing.

“Estamos muito felizes com nossos dois pilotos. Honestamente, não estamos perdendo tempo discutindo ‘ses’ e ‘quandos’. Temos uma dupla muito forte. Temos um ótimo piloto reserva (Liam Lawson, que também é reserva da Red Bull Racing). Temos grandes talentos vindo da F2 e da F3. No momento, o foco é o desempenho. Talvez devêssemos nos preocupar mais com a Aston Martin à nossa frente do que com discussões sobre pilotos”, concluiu Bayer.