F1: Brown acredita em vitórias da McLaren ainda em 2024

A McLaren confia em manter o ritmo de desenvolvimento conseguido na segunda metade do ano passado, e acredita que vitórias são possíveis em na temporada 2024 da Fórmula 1. O CEO da equipe, Zak Brown, expressou otimismo durante entrevista à Sky F1, antes do shakedown do novo MCL38 em Silverstone.

Diferente de Ferrari e Mercedes, a McLaren se manteve fiel ao conceito básico do carro de 2023, dando continuidade ao seu processo de evolução. Os dados iniciais do MCL38 são animadores e Brown acredita que o time começará a temporada em uma posição ainda mais forte.

“Sentimos que continuamos no ritmo de desenvolvimento da segunda metade do ano passado. Então, se os dados estiverem corretos, devemos começar bem”, afirmou Brown. “Claro, nunca se sabe o que a concorrência está fazendo, mas definitivamente sentimos que demos um passo à frente.”

Apesar de não ter conquistado nenhuma vitória em 2023, a McLaren apresentou um notável crescimento de desempenho durante o ano. Brown confia que, mantendo o mesmo ritmo de evolução, as vitórias virão para Lando Norris e Oscar Piastri. O australiano aliás, conseguiu uma vitória no ano passado, mas não foi em um GP, mas na corrida Sprint no Catar.

“Nossas ambições são definitivamente dar um passo à frente. Terminamos em quarto no campeonato no ano passado, mas na segunda metade fomos o segundo ou terceiro time mais rápido. Então, nossa ambição é avançar a partir daí. Não vemos razão para não vencer corridas em algum momento do ano se continuarmos evoluindo”, declarou Brown.

Além do otimismo em relação ao carro, a McLaren também garantiu a permanência de Lando Norris com uma renovação de contrato de longo prazo. Brown esclareceu que a negociação não teve relação com a possível transferência de Lewis Hamilton para a Ferrari em 2025.

“Estávamos cientes de que havia potencialmente alguma movimentação, mas isso não tinha nada a ver com Lando, já havíamos assinado com ele anteriormente. Só estávamos esperando o momento certo para fazer o anúncio”, explicou Brown.

“Sabiamos que Lando, e é claro Oscar, seriam alvos cobiçados. Tivemos uma segunda metade de ano muito forte e acho que Lando tem a mesma confiança que nós na equipe e acredita em nosso potencial. Então, foi ótimo tê-los garantidos”, finalizou Brown.