F1: “Aos 18, eu não estava pronto”, Hamilton elogia estreia de Bearman

A estreia surpresa de Oliver Bearman na Fórmula 1 no Grande Prêmio da Arábia Saudita chamou a atenção de muitos no paddock, incluindo Lewis Hamilton, que não poupou elogios ao jovem substituto de Carlos Sainz. Bearman, que assumiu o volante da Ferrari devido à operação de apendicite de Sainz, impressionou ao se classificar em 11º lugar, ficando a apenas 0,036 segundos de entrar no Q3 e superar o sete vezes campeão mundial Hamilton.

Hamilton, que na próxima temporada correrá pela Ferrari, ressaltou a magnitude do desafio enfrentado por Bearman, destacando seu rápido acostumamento e confiança na pista. “Apenas mostra que talento ele é”, disse Hamilton, refletindo sobre sua própria trajetória aos 18 anos, quando ainda competia na Fórmula 3.

Max Verstappen, campeão mundial em título e outro piloto que estreou na F1 ainda jovem, também elogiou a performance de Bearman, considerando-a “muito, muito impressionante”, especialmente dadas as exigências do circuito de Jeddah. Verstappen destacou a pequena diferença de tempo entre Bearman e a pole position como uma prova do excelente trabalho do novato.

Fernando Alonso, Sergio Perez e George Russell se juntaram ao coro de aprovação, cada um destacando a preparação e o desempenho excepcional de Bearman diante de um desafio tão grande. Charles Leclerc, companheiro de equipe de Bearman para este fim de semana, expressou admiração pela rápida adaptação do jovem à equipe e ao circuito, desejando-lhe uma recuperação rápida a Carlos Sainz e sucesso a Bearman na corrida.

A estreia de Bearman não apenas marcou um momento significativo em sua carreira, mas também trouxe à tona discussões sobre a preparação de jovens talentos para as demandas da Fórmula 1, com muitos no paddock impressionados com sua capacidade de se destacar sob pressão intensa.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ o GP da Arábia Saudita com o jornalista Rodrigo França direto de Jeddah.