F1: AlphaTauri gostou da evolução que conseguiu no final da temporada 2023

A AlphaTauri gostou da evolução que conseguiu nas últimas corridas da temporada 2023 da Fórmula 1. O GP de Abu Dhabi, onde Yuki Tsunoda terminou em P8 e Daniel Ricciardo em P11, também marcou a última corrida do chefe da equipe, Franz Tost, antes de sua aposentadoria.

Jonathan Eddolls, engenheiro-chefe de corrida: “No início da corrida, o objetivo era superar a Williams em 8 pontos para o P7 nos Construtores. Para fazer isso, precisávamos terminar em P6 ou superior na corrida com um carro ou em P7 e P9 com os dois carros. Foi uma grande pergunta dada a posição inicial de Yuki, porque ele tinha três carros velozes largando atrás dele. Sabíamos que seria um desafio alcançar o resultado apenas com ritmo, por isso tentamos fazer com que funcionasse com estratégia. Os pneus pareciam bons no primeiro trecho, então fizemos uma parada com Yuki. Depois de uma suspeita de rompimento no duto de freio, mudamos Daniel para o que foi agressivo em duas paradas. Ambos os pilotos fizeram um trabalho fantástico ao longo da corrida, mas no final não tivemos ritmo suficiente para marcar os pontos necessários. Qualquer estratégia que pudéssemos ter escolhido não teria sido suficiente para ultrapassar a Williams. Sei que todos estão aliviados por ser o fim da temporada, mas para a nossa equipe, é justo dizer que adoraríamos mais uma corrida! Foi uma longa temporada, e nas primeiras corridas, fomos um dos carros mais lentos do grid. O crédito é devido a todos em Bicester e Faenza por nunca desistirem, por se esforçarem muito no desenvolvimento e por reverterem a nossa competitividade, por isso terminamos a temporada com o quinto ou sexto carro mais rápido. Com Yuki na P1 por algumas voltas, hoje marcou apenas a segunda vez na história que um piloto japonês liderou uma corrida de Fórmula 1 e apenas a sexta vez que Franz (Tost, chefe da equipe, que está se aposentando) viu um de seus carros liderar um GP, o que é uma boa maneira de dizer adeus. Foi a última corrida do Franz liderando a nossa equipe, e falando em nome de todos, foi um prazer trabalhar para ele. Nunca conheci alguém com tanto amor pelas pistas de corrida e tão apaixonado por corridas como Franz, e sua falta será muito sentida. Desejamos a ele tudo de melhor para o futuro”, concluiu.

Tsunoda: “Obrigado a todos por votarem em mim como ‘Piloto do Dia’. Foi uma corrida difícil. A certa altura, pensei que poderíamos terminar entre os seis primeiros. Não funcionou, mas não nos arrependemos de ter ficado de fora e tentado a estratégia de parada única. Dei tudo de mim e estou feliz comigo mesmo. Foi uma temporada agradável no geral. Tivemos dificuldades com o desempenho do carro no início, mas conseguimos melhorá-lo ao longo da temporada. Embora não tenhamos alcançado o P7 no Campeonato de Construtores, melhoramos do P10 para o P8 na parte final da temporada, tudo graças à equipe de Bicester e Faenza. Ao mesmo tempo, cometi alguns erros que nos custaram caro, especialmente no México. Parabéns a Williams. Eles merecem, e eu gostei da disputa que tivemos. Obrigado ao Franz. Gostei dos últimos três anos e com certeza sentirei falta dele. Sem os seus conselhos sobre como evoluir, eu não teria conseguido progredir tanto na minha carreira na Fórmula 1. Eu gosto dele e sei que manteremos contato”, acrescentou.

Ricciardo: “Não foi uma corrida ruim. Tivemos um ritmo decente, mas assim que você entra em um ar um pouco sujo, é difícil. Tal como hoje, houve algumas corridas em que, se tivéssemos mais uma volta, sinto que poderíamos ter conseguido mais alguns pontos, mas largar mais atrás nos colocou ligeiramente em uma situação pior. Foi bom que Yuki tenha conseguido alguns pontos, mas precisávamos de um pouco mais, então teria sido bom se eu pudesse marcar alguns também. Parte de mim está feliz por fazer uma pausa para me preparar para uma temporada completa, mas também gostaria de continuar correndo. É emocionante ter um período de entressafra adequado e saber que quero estar aqui. Fiquei feliz com as corridas que fiz. Um salve para Franz. Ele tem sido uma grande parte da equipe, e obviamente desde o início da minha carreira ele desempenhou um papel importante. Foi bom poder passar as últimas corridas juntos. Desejo-lhe boa sorte e sei que toda a equipe sentirá sua falta. Ainda hoje todo mundo está comemorando com ele, então isso mostra quem ele é. Espero que ele aproveite seu tempo fora da pista tanto quanto gostou de estar por aqui semana após semana, com a mesma paixão incrível”, finalizou o piloto australiano.