F1: Alonso critica formato atual dos testes de pré-temporada

O bicampeão Fernando Alonso, não gostou do formato atual dos testes de pré-temporada da Fórmula 1, que limita os pilotos a apenas um dia e meio de treinos antes do GP do Bahrein.

A partir da próxima quarta-feira, no Circuito Internacional do Bahrein, os pilotos terão três dias de testes, mas cada equipe só pode colocar um carro na pista por dia. Para Alonso, isso é injusto considerando o atual calendário extenso da F1.

“Temos um período muito limitado de testes no Bahrein, e eu venho pensando nisso durante as férias. Como é injusto ter apenas um dia e meio para preparar um campeonato mundial”, afirmou Alonso a jornalistas.

“Não há outro esporte no mundo assim. Com todo o dinheiro envolvido, marketing e as coisas boas que falamos sobre a F1, de estar mais perto dos fãs, eu não consigo entender por que não vamos ao Bahrein por quatro dias, que poderiam ser dois para cada piloto”, acrescentou.

Alonso sugere duas alternativas: aumentar o teste para quatro dias, dando a cada piloto dois dias de treino, ou permitir que as equipes testem com os dois carros simultaneamente.

“Se forem três dias, número ímpar, não tem como dividir justamente entre os pilotos. E não sei por que não testamos com dois carros”, questionou o espanhol.

A crítica de Alonso levanta debate sobre o equilíbrio entre reduzir custos e dar tempo suficiente aos pilotos para se adaptarem aos novos carros, antes do início de uma nova temporada. Será que a F1 reconsiderará o formato dos testes? Aguardemos os próximos capítulos.