F1: Adrian Newey revela ter quase assinado com a Ferrari “três vezes”

O renomado designer de carros da F1 discute sua quase mudança para a icônica equipe italiana

Adrian Newey, o Diretor Técnico Chefe da Red Bull, revelou que esteve perto de deixar a atual equipe campeã mundial da Fórmula 1 várias vezes para se juntar à Ferrari. Newey tem sido central para o sucesso da Red Bull na F1, incluindo a campanha deste ano que viu a equipe vencer 20 das 21 corridas realizadas. Reconhecido como um dos maiores designers de carros de F1 de todos os tempos, Newey construiu sete carros campeões na Red Bull, após períodos de sucesso na Williams e na McLaren.

Falando no podcast Formula for Success, Newey revelou que esteve perto de assinar com a equipe italiana em várias ocasiões. “A Ferrari é essa marca mágica que, suponho, honestamente, provavelmente todo mundo no automobilismo é sempre fascinado e tentado a se juntar se houver a oportunidade”, disse ele. “E fui abordado e cheguei perto três vezes agora. Uma dessas vezes foi na IndyCar, há muito tempo.”

Ele descreveu a Ferrari como uma marca incrível com todo o seu mistério e sendo efetivamente a equipe nacional italiana, com todos os prós e contras que isso implica. “Se você não faz um ótimo trabalho, é absolutamente repreendido e despedaçado. Claro, se você faz um bom trabalho, é um herói nacional. Então isso traz todas as suas próprias pressões”, explicou Newey.

Apesar de nunca ter trabalhado com a Ferrari, Newey disse que tenta tirar a paixão da equação e abordar as oportunidades do ponto de vista da engenharia. Newey, que se juntou à Red Bull em 2005 quando a marca de bebidas energéticas entrou na grade como fabricante, admitiu que seria extremamente difícil deixar o projeto na Red Bull, comparando uma mudança potencial com “abandonar sua família”, devido ao vínculo estreito que desenvolveu com a equipe.