Após greve em Hollywood, filme sobre a F1 com Brad Pitt tem filmagens retomadas em Daytona

O já famoso filme sobre a Fórmula 1 estrelado por Brad Pitt e produzido por Lewis Hamilton, enfrentou alguns obstáculos em sua trajetória, mas as filmagens finalmente estão de volta aos trilhos. Após uma paralisação causada pela greve de atores e roteiristas de Hollywood, a equipe voltou a trabalhar no Daytona International Speedway, na Flórida.

A agenda original previa filmagens em diversas locações, incluindo Silverstone, na Inglaterra, e Las Vegas, nos Estados Unidos. Porém, a greve em Hollywood impediu a realização das cenas em Vegas, forçando a produção a se adaptar.

Com o IMSA Sportscar Championship testando na pista de Daytona de 19 a 21 de janeiro, a equipe do filme aproveitou a oportunidade para filmar cenas durante o evento. Assim como foi feito em alguns finais de semana de F1 em 2023, com carros de F2 adaptados, representando a equipe fictícia de Pitt, um carro especial também foi preparado para as sequências junto à IMSA.

Algumas cenas são feitas pelo próprio Brad Pitt na pista, depois que o ator se preparou fazendo um curso de pilotagem, mas outras são feitas por piloto profissionais atuando como dublês. No entanto, sua presença na Flórida durante as filmagens aumenta a expectativa dos fãs para ver o astro de Hollywood em ação dentro das pistas.

Hamilton continua atuando como produtor do filme, emprestando sua expertise e paixão pelo automobilismo para garantir a autenticidade e a emoção das cenas. Apesar dos desafios enfrentados, a retomada das filmagens em Daytona representa um passo importante para a concretização deste projeto tão aguardado pelos amantes da velocidade e do cinema.