AlphaTauri e Red Bull Racing: uma nova era de colaboração?

Mudanças na AlphaTauri levantam questões sobre futuro com Red Bull Racing

Com a saída de Franz Tost do comando da AlphaTauri e a chegada de Laurent Mekies (ex-Ferrari) como novo chefe de equipe, a equipe italiana, que logo anunciará seu novo nome, está fortalecendo laços com a Red Bull Racing. Essa renovação inclui operações a partir de uma nova fábrica na Inglaterra.

A comunidade da F1, incluindo a concorrência, observa com interesse essa colaboração renovada entre Red Bull Racing e AlphaTauri. A questão central é se a distância entre as duas equipes será reduzida. Christian Horner, chefe da equipe Red Bull Racing, comentou sobre as expectativas, destacando que a qualidade das pessoas na equipe será determinante.

Horner comparou a situação da AlphaTauri com a de outras equipes que fornecem peças a times menores, como Ferrari e Mercedes. Ele mencionou que, assim como estas equipes fornecem caixas de câmbio, suspensões, ferramentas de simulação e túnel de vento a outras equipes, a relação entre AlphaTauri e Red Bull é semelhante.

A eficácia com que a AlphaTauri utilizará essas ferramentas é crucial. Horner citou o exemplo da McLaren, que em algumas ocasiões usou as ferramentas fornecidas pela Mercedes de maneira mais eficiente que o próprio fornecedor.

A AlphaTauri relatou que o uso da suspensão fornecida pela Red Bull Racing contribuiu para seu avanço no campeonato de construtores no final da temporada de 2023. A equipe italiana planeja continuar usando a suspensão austríaca em 2024.