Muggiati é campeão e garante orçamento para estrear na Stock Car

Chegou a hora e a vez de Zezinho Muggiati. Neste domingo (17), depois de uma corrida com nuances dramáticas, o paranaense consolidou uma campanha maiúscula ao longo da temporada 2023 e conquistou, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, o título de campeão da Stock Series. O feito também concerdeu ao competidor da W2 Racing ProGP — que se sagrou campeã por equipes — o maior prêmio da história do automobilismo brasileiro: o equivalente a R$ 2,5 milhões, que serão destinados para bancar o orçamento da temporada de estreia do novo campeão na Stock Car Pro Series em 2024.

O título foi confirmado depois de uma corrida empolgante e outra angustiante para o campeão em Interlagos. Na primeira delas, o vencedor foi o “rookie” Enzo Bedani, no seu melhor fim de semana na categoria. O jovem de 15 anos deixou o pole Muggiati para trás e partiu para seu primeiro triunfo na Stock Series. Os dois protagonistas do campeonato travaram incrível duelo na volta final, e Gabriel Robe (Garra Racing Team) se destacou ao superar Zezinho para terminar em segundo e deixar o paranaense em terceiro. Na luta pelo título dos “rookies” entre Arthur Gama e Felipe Barrichello Bartz, melhor para o gaúcho, que finalizou a disputa à parte na segunda posição.

Muggiati tratou de evitar qualquer risco, tanto que largou dos boxes por decisão estratégica na Corrida 2. O piloto precisava completar 75% da prova para terminar como campeão. Entretanto, Zezinho sofreu com problemas no carro e optou por poupar equipamento para conquistar a taça, o que acabou dando certo no fim ao cruzar a linha de chegada na nona posição e realizar o sonho de vencer o campeonato e subir para a Stock Car em 2024. Arthur Gama, da Garra Racing Team, venceu na classificação geral e entre os “rookies”, assegurando assim o título entre os estreantes.

“É realmente a categoria de acesso que mais revela pilotos para o automobilismo brasileiro. Estou muito demais por conseguir chegar até aqui. Ano que vem vou andar naquele grid recheado de feras da Stock Car. Decidimos pela estratégia porque sabia que só precisava pontuar. Precisava fazer uma corrida bem tranquila e nem lembro de outra prova tão tranquila quanto essa. Se desse, andaria mais devagar ainda. Não podia quebrar de jeito nenhum. Nosso carro estava com um problema hoje, mas no fim deu tudo certo e agora somos campeões da Stock Series. Quero agradecer aos meus patrocinadores. Sem eles, nada disso seria possível. Fizemos um ano incrível juntos e espero estar com vocês no ano que vem aqui na Stock Car. E agradecer a todo mundo que torce, principalmente a Deus, que está sempre comigo”, agradeceu o novo campeão.

Quem é o novo piloto da Stock Car —Muggiati lutou durante quatro anos para realizar o sonho de ser campeão da Stock Series. Nascido em Curitiba, José Luiz Osti Muggiati Neto conquistou a oportunidade depois de passar por um processo seletivo quando tinha 16 anos. À época campeão brasileiro de kart na categoria Graduados, o piloto venceu uma disputa promovida pela Academia de Pilotos Toyota Gazoo Racing Brasil, e o triunfo lhe garantiu uma bolsa que o permitiu participar da temporada 2020 da categoria correndo pela equipe chefiada por Carlos Alves, em cenário que representou um divisor de águas na trajetória do jovem paranaense.

Logo no seu ano de estreia, Zezinho conquistou uma vitória, justamente em Interlagos, onde chegou ao ápice da carreira correndo de carro neste fim de semana. Em 2021, Muggiati se transferiu para a W2 Racing ProGP e passou a ser chefiado por Duda Pamplona e Serafin Jr. No time baseado no Rio de Janeiro, o piloto evoluiu sua pilotagem e faturou cinco pódios naquele ano.

2022 foi uma temporada marcante para Zezinho, que teve sua primeira chance de correr na Stock Car como convidado de Sergio Jimenez na Corrida de Duplas, disputada em Interlagos, e que terminou em 16º lugar na sua prova com o Toyota Corolla da Scuderia Chiarelli. Na Stock Series, o ano foi de muito aprendizado com três vitórias e 15 pódios, mas também de um duro revés ao ver o título do campeonato escapar na última etapa para o então companheiro de equipe, Vitor Baptista.

Pouco mais de um ano depois, Zezinho deu a volta por cima com uma campanha de enorme respeito: sua caminhada foi iniciada de maneira impecável com 100% de aproveitamento em Interlagos — três vitórias, três voltas mais rápidas e duas poles. Depois de perder terreno para Gabriel Robe em Tarumã e Cascavel, Muggiati recuperou a ponta a partir da etapa do Velopark (RS) e não mais perdeu a posição principal da tabela de pontos.

A jornada do campeão também foi valorizada pelo alto nível de disputas com seu maior concorrente ao longo de 2023. Piloto com maior experiência em atividade na categoria de acesso, campeão em 2017 e dono de três vice-campeonatos, Gabriel Robe lutou até o fim, enquanto houve possibilidades, e elevou Muggiati ao seu máximo para sair de Interlagos com o título neste domingo. O gaúcho nascido em Pelotas segue em busca da sonhada e merecida oportunidade de um dia fazer parte do grid da Stock Car de forma merecida.

Estreante do ano — Uma incrível reviravolta de sábado para domingo marcou a disputa pelo título de campeão “rookie” em 2023. Felipe Barrichello Bartz (W2 Racing ProGP), de 18 anos, terminou o sábado na liderança da disputa por apenas um ponto de vantagem para Arthur Gama. Neste domingo, contudo, o porto-alegrense, também de 18 anos, virou o jogo ao finalizar a prova em segundo na lista dos novatos, enquanto ‘Pipe’ foi o terceiro.

Mas o sobrinho de Rubens Barrichello enfrentou problemas no carro justamente a caminho da última prova do calendário. Gama, por sua vez, alcançou a pontuação máxima com a vitória geral e também entre os “rookies” para atingir seu principal objetivo na Stock Series em 2023. Foi a segunda vitória de Arthur considerando todos os pilotos da categoria, repetindo o feito que já havia alcançado no Velocitta, em outubro.

“Deu tudo certo”, disse um aliviado e feliz Arthur Gama. “Ontem tivemos um problema de velocidade no carro e ficamos atrás do ‘Pipe’. Mas a equipe trabalhou muito bem no carro e só tenho a agradecer. Viemos bem mais rápidos hoje e conseguimos. Fechamos com chave de ouro, com título “rookie” e vitória no geral, a minha primeira aqui em Interlagos. Agora é trabalhar para voltar no ano que vem”, comemorou o melhor estreante de 2023 da Stock Series.

Formadora de talentos — A temporada também reforçou o DNA de revelação de talentos da divisão de acesso mais longeva do Brasil, criada em 1993 para formar e desenvolver pilotos que pudessem chegar em alto nível à Stock Car.

Desde então, a competição hoje batizada como Stock Series já revelou pilotos que brilharam e seguem brilhando nas pistas do Brasil e do mundo como Cacá Bueno, Daniel Serra, Felipe Fraga, Marcos Gomes e Gabriel Casagrande, todos com títulos na Pro Series, além de nomes notáveis do automobilismo como Thiago Camilo, Gaetano Di Mauro, Guilherme Salas e Felipe Baptista, somente para citar alguns entre os estimados 400 competidores já revelados, entre eles o novo campeão, Zezinho Muggiati.

Considerando as últimas 19 temporadas da Stock Car, 13 dos últimos campeões tiveram seus talentos lapidados na Stock Series.