F1: Wolff previu colisão entre Verstappen e Norris: “Sempre foi uma possibilidade”

Toto Wolff, chefe da equipe Mercedes, não ficou surpreso com o acidente entre Max Verstappen e Lando Norris no Grande Prêmio da Áustria de F1, lembrando experiências passadas com Verstappen. O incidente ocorreu nas etapas finais da corrida, enquanto o eventual vencedor, George Russell, seguia cerca de 15 segundos atrás. Após a vitória da Mercedes, sua primeira desde 2022, Wolff explicou que estava ciente da possibilidade de um choque entre os dois e tinha preparado sua equipe para tal cenário.

“Acho que estávamos tentando ser racionais e estávamos a caminho do P3. E essa era a base do carro e o que George conseguiu extrair e esse foi um resultado sólido”, disse Wolff.

Wolff destacou que acompanhou as tensões entre Verstappen e Lewis Hamilton em 2021, mencionando incidentes em Silverstone, Monza e Jeddah. O acidente no Red Bull Ring lembrou o Grande Prêmio da Itália daquele ano, onde Verstappen e Hamilton também colidiram, abrindo caminho para uma vitória surpreendente de Daniel Ricciardo.

“Obviamente, então você vê esses dois na frente se disputando com força, e sabemos que eles são realmente bons amigos e isso sempre foi divertido de assistir. Foi assim que eu percebi naquela fase. Mas então ficou um pouco mais feroz e em um certo estágio, e dissemos, bem, seria possível que eles colidissem e então isso literalmente aconteceu. Não podíamos acreditar no que vimos”, disse Wolff.

“No ritmo, também fomos o terceiro e rápido. Temos feito isso nos últimos três fins de semana, e é muito encorajador ver essa tendência ascendente e a consolidação da tendência. Mas então as corridas acontecem no domingo e às vezes estamos no lado receptor e hoje nos beneficiamos do incidente na frente e é bom ter essa vitória no bolso este ano”, concluiu Wolff, que estará se preparando para Silverstone com a cabeça erguida.