F1: Wolff confiante que Mercedes vai voltar à briga pelo topo

A Mercedes parece estar recuperando o terreno perdido na temporada 2024 da Fórmula 1. Após a introdução de novas atualizações no GP do Canadá, a equipe alemã demonstrou melhora em ritmo e consistência.

George Russell conquistou a pole position e chegou em terceiro no Canadá, e Lewis Hamilton liderou o segundo treino livre no GP da Espanha. Os resultados positivos em pistas como Barcelona, considerada ‘normal’, e Montreal, tida como ‘específica’, animam a Mercedes e indicam que a equipe pode voltar a brigar pelos primeiros lugares.

O chefe da equipe, Toto Wolff, comentou sobre as atualizações e como elas mudaram a sorte da equipe que vem enfrentando dificuldades desde a mudança de regulamento em 2022. Wolff se mostrou satisfeito com o progresso.

“Demos passos realmente bons desde Ímola”, disse Wolff. “Conseguimos aumentar o desempenho e mantemos essa direção. Acho que todos nós ficamos um pouco surpresos com o potencial no domingo de Montreal. Mas dito isso, é uma pista bem específica. Então, esperamos que o desempenho continue melhorando para que possamos enfrentar esses caras da frente. Mas sabemos que nunca é linear, há altos e baixos.”

Desde a vitória de Russell no GP de São Paulo em 2022, a Mercedes não vence nenhuma corrida, um longo período de seca para uma equipe que dominou a categoria desde 2014. No entanto, atualmente é o momento mais positivo da equipe alemã desde a mudança de regulamento.

Wolff continuou comentando sobre as áreas que mais se beneficiaram dos novos pacotes: “Desde Ímola, trouxemos upgrades para todas as corridas, grandes e pequenas. Existem as novidades visíveis, sobre as quais as pessoas falam, e outras que não são. Mas foram atualizações aerodinâmicas e mecânicas. Na parte mecânica, vimos que o carro está muito bom em ondulações e zebras, muito suave. E eu diria que todos esses pequenos ganhos contribuíram para melhores tempos de volta”, finalizou.