F1: Wolff anuncia atualizações para o GP do Canadá após progresso em Mônaco

Toto Wolff, chefe da equipe Mercedes, anunciou que a equipe pretende aproveitar o “fim de semana encorajador” no Grande Prêmio de Mônaco com mais atualizações no Canadá. Tanto George Russell quanto Lewis Hamilton usarão a asa dianteira atualizada que Russell utilizou em Monte Carlo, além de adicionar “alguns outros itens de desenvolvimento” no Canadá.

No Grande Prêmio de Mônaco, Russell terminou em quinto lugar e Hamilton ficou em sétimo, com Hamilton impressionando nos treinos livres usando a asa dianteira de especificação antiga. No entanto, Russell teve um desempenho notável na classificação e na corrida com a nova especificação. Hamilton estimou que a nova asa proporcionou um ganho de dois décimos de segundo na volta de classificação em Monte Carlo. Devido a esses resultados, ambos os pilotos receberão a peça atualizada na próxima corrida.

Wolff acredita que a nova asa e outras peças podem trazer “maior benefício” nos próximos circuitos, ajudando a equipe a se aproximar dos rivais. “Tivemos um fim de semana encorajador em Mônaco, continuamos a fazer progressos sólidos com nosso carro, melhorando seu equilíbrio geral e dando um passo mais perto dos que estão à frente,” afirmou Wolff.

“Esse progresso ainda não está aparecendo em termos de posições, mas se conseguirmos continuar a fechar a lacuna para os carros mais rápidos, sabemos que isso acontecerá a seu tempo,”

“Ambos os pilotos terão a asa dianteira atualizada no Canadá, além de alguns outros itens de desenvolvimento para este evento, ela ofereceu um pequeno ganho de tempo de volta nas ruas apertadas do Principado e deve oferecer um maior benefício nos próximos circuito,”

“Dito isso, a situação na frente do grid é incrivelmente competitiva, o campo está comprimido, e não temos ilusões de que os outros continuarão a melhorar, teremos que continuar a trabalhar duro e diligentemente para nos colocar na disputa,”

“O Circuito Gilles Villeneuve é uma pista brilhante. Ele oferece uma mistura de curvas de baixa velocidade e retas de alta velocidade, o que proporciona corridas emocionantes, sempre gostamos de voltar a Montreal, pois os fãs são incrivelmente apaixonados pela F1. Tivemos muitos bons momentos lá ao longo dos anos e esperamos adicionar mais a esses neste fim de seman,” finalizou Wolff.