F1
|
10 de julho de 2024 09:53

F1: Verstappen terá penalidade de grid em algum GP por uso de motor extra

Christian Horner, chefe da Red Bull Racing, esclareceu a situação de Max Verstappen em relação ao número de motores utilizados na temporada 2024 da Fórmula 1. Sergio Perez já precisou cumprir penalidade por exceder o limite de unidades de potência permitidas, mas no caso dele, a punição teve menor impacto devido a um mau resultado na sessão de classificação em Silverstone.

Já para Verstappen, o cenário é diferente. O holandês precisou trocar o motor de sua RB20 pela quarta vez. Um desses motores apresentou problemas logo no primeiro dia de treinos do Grande Prêmio do Canadá. Desde então, Horner já previa a necessidade de um quinto motor para Verstappen, o que irá acarretar perda de posições de largada em algum GP.

Após investigações realizadas pela Honda no Japão, ficou constatado que o motor reserva não pode ser reparado. Com isso, Horner se mostrou mais enfático: “Em algum momento, com certeza teremos que usar um motor extra para Max. É apenas uma questão de estratégia para definir a melhor corrida para isso. Vamos trabalhar com a Honda para definir o momento ideal, mas a penalidade é inevitável em algum ponto do campeonato”, afirmou o chefe da Red Bull.

Na temporada passada, Verstappen também ultrapassou o limite de quatro motores permitidos. Na ocasião, durante o final de semana do GP da Bélgica, o holandês optou por utilizar o quinto motor, recebendo uma punição de grid. Mesmo assim, a supremacia da Red Bull naquela temporada permitiu que Verstappen vencesse a corrida.

A grande questão agora, é qual será a estratégia da Red Bull para Verstappen cumprir a inevitável penalidade de grid, com o menor prejuízo possível no campeonato.

This website is unofficial and is not associated in any way with the Formula 1 companies. F1, FORMULA ONE, FORMULA 1, FIA FORMULA ONE WORLD CHAMPIONSHIP, GRAND PRIX and related marks are trade marks of Formula One Licensing B.V.