F1: Leclerc diverge de Verstappen: “Não tiraria conclusões precipitadas”

Depois das duas últimas corridas emocionantes da temporada de 2024, onde a competitividade parece estar voltando à Fórmula 1. Com Lando Norris e a McLaren desafiando Max Verstappen e a Red Bull, há especulações sobre se essa competição continuará ao longo do ano, e se outras equipes, como a Ferrari de Charles Leclerc, podem entrar na briga.

Durante a coletiva de imprensa prévia ao Grande Prêmio de Mônaco, Verstappen começou brincando: “Acho que os últimos anos já foram ótimos!”

“Não, é claro, com toda a seriedade, eu acho que é bom que você veja isso de outras equipes. Elas também estão se tornando cada vez mais competitivas, naturalmente com os regulamentos como estão. Com o tempo, as pessoas aprendem cada vez mais sobre em que direção devem seguir, e é bom para o esporte que mais equipes estejam lutando pela vitória,” acrescentou Verstappen.

No entanto, Leclerc adotou uma postura mais cautelosa em relação ao desempenho da Ferrari, afirmando: “Não tiraria conclusões precipitadas muito cedo.” Ele explicou que corridas em circuitos específicos, como Mônaco e Canadá, podem não refletir completamente a força do carro, e é importante esperar para avaliar o verdadeiro desempenho.

Apesar das incertezas, Leclerc expressou confiança nas atualizações feitas pela Ferrari, esperando que elas fechem a lacuna para competir de igual para igual com a Red Bull. A temporada de 2024 promete ser emocionante, com equipes buscando se destacar em meio à crescente competitividade.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.