F1: Komatsu revela alvo da Haas para a vaga de 2025 na F1

O chefe da Haas, Ayao Komatsu, confirmou que Esteban Ocon é um dos nomes que a equipe está considerando para sua formação de pilotos na temporada de 2025 da F1.

O anúncio da Alpine na semana passada de que Ocon não renovará sua parceria com a equipe de Enstone garantiu que ele está disponível no mercado de pilotos. A Haas terá uma vaga garantida para 2025 após a notícia de que Nico Hulkenberg se mudará para a Sauber no próximo ano, à medida que a equipe se prepara para expandir para a Audi. Acredita-se que Ocon já tenha conversado com a equipe americana antes da revelação de que deixaria a Alpine, enquanto buscava consolidar suas perspectivas no esporte.

Komatsu revelou que o francês, que acumulou uma vitória e três pódios em 142 corridas em duas passagens pela F1, é uma opção concreta no radar da Haas.

“Ele tem muita experiência, é um vencedor de corridas, tem pódios e marcou muitos pontos, e trabalhou com algumas equipes diferentes, então ele tem muita experiência, que é o que estamos procurando, mas também tem apenas 27 anos, ainda é muito jovem e acho que seu comprometimento e ética de trabalho são muito, muito bons. Estou conversando com vários dos atuais pilotos da F1, pilotos experientes, bem como alguns dos jovens pilotos. Então ele é definitivamente um dos vários que estou considerando seriamente,” disse Komatsu.

Juntamente com o proprietário Gene Haas, Komatsu está decidindo sobre os pilotos que a equipe colocará em campo na próxima temporada pela primeira vez desde que substituiu Guenther Steiner no comando.

Komatsu revelou que pretende adquirir um nome estabelecido junto a um talento emergente para criar uma combinação ideal para o progresso da operação mais modesta da F1. “Como equipe, estamos crescendo”, explicou. “Estamos melhorando a equipe. Então, uma situação bastante dinâmica, e acho que a mistura de boa juventude e experiência para nos dar uma referência seria uma combinação bastante empolgante.”

A contratação de Ocon pela Haas pode encerrar a passagem de Kevin Magnussen na série, já que Oliver Bearman é visto como um dos principais candidatos a ocupar a outra vaga. O britânico, que fez sua estreia na F1 com a Ferrari na Arábia Saudita em março e terminou em sétimo, já participou de três sessões de treinos com a equipe Haas até o momento. Bearman está alinhado com a Ferrari, fornecedora de motores da Haas, e está programado para conduzir mais cinco sessões de FP1 em 2024, incluindo no próximo fim de semana no Grande Prêmio da Espanha. Sobre as chances de Bearman de passar da Fórmula 2 para uma vaga de corrida em tempo integral com a Haas na próxima temporada, Komatsu finalizou: “Estamos avaliando ele. Se ele não estivesse em consideração, não estaríamos colocando ele no carro no FP1, então a próxima vez que ele estará no carro será em Barcelona.”