F1: Hamilton afirma que a Mercedes é uma “máquina de corrida”, e poderá desafiar pela vitória

A pole position para o GP da Espanha ficou com Lando Norris, +0.020s a frente de Max Verstappen, que terminou em P2. Quem completou o top 3 foi Lewis Hamilton, que ao longo do final de semana confirmou as esperanças para a Mercedes.

O heptacampeão se mostrou contente com o seu desempenho e de seu carro, que Hamilton sente estar se tornando “uma máquina de corrida”.

“Fizemos grandes avanços, e isso se deve a cada indivíduo lá na fábrica que está trabalhando no design, na produção das novas peças que podemos trazer para as corridas. Aos poucos, o carro está se tornando uma máquina de corrida com a qual esperamos poder brigar com os carros na frente”.

George Russell ficou logo atrás do companheiro, e Hamilton espera que os dois possam conquistar bons resultados na corrida de domingo, tendo a possibilidade de batalhar pela vitória.

“George também fez um ótimo trabalho hoje, então esperamos poder aplicar pressão nos dois carros à frente durante a corrida.”