F1: GP de São Paulo anuncia Ludmilla como intérprete do Hino Nacional Brasileiro

Primeira cantora negra da América Latina a ultrapassar três bilhões de streams no Spotify, Ludmilla cantará o Hino antes da largada do Formula 1 Rolex Grande Prêmio de São Paulo 2023. O potente vocal mezzosoprano da cantora certamente emocionará o público de Interlagos.

Entre tantos feitos na carreira, um, em especial, se destacou, em junho deste ano, Ludmilla mobilizou a cidade do Rio de Janeiro por uma grande causa. Em parceria com o Hemorio, a cantora reservou ingressos de sua apresentação do “Numanice” na cidade para incentivar a doação de sangue. O resultado foi um sucesso. O instituto recebeu o maior número de doadores diários de toda a sua história, desde a inauguração, em 1944, e em apenas 3 dias, a cantora colaborou com a arrecadação de mais de 2.000 bolsas de sangue. Com o feito, a artista recebeu a Medalha Pedro Ernesto, maior honraria do Legislativo carioca, concedida à pessoas que realizaram grandes feitos. Toda esta emoção e comoção, a cantora trará consigo também ao autódromo de Interlagos.

A execução do Hino, um dos momentos mais solenes, tem uma longa história na abertura do Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1. A organização do evento sempre buscou homenagear os grandes intérpretes da música brasileira ao longo dos anos. E as mulheres deram o tom: Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Fafá de Belém e Margareth Menezes, hoje Ministra da Cultura.