F1: “Foi um dia sólido” diz Wolff após classificação para o GP da Áustria

Nesse sábado, durante a corrida Sprint e a classificação para o Grande Prêmio da Áustria de F1, a equipe Mercedes demonstrou um sólido desempenho. George Russell e Lewis Hamilton terminaram a Sprint em 4º e 6º lugar, respectivamente, antes de se destacarem na sessão de classificação que se seguiu.

Apesar das altas temperaturas de pista, a equipe conseguiu ajustar a configuração do carro, melhorando o resfriamento. Durante o Q1, tanto Russell quanto Hamilton avançaram para o Q2 após realizarem duas voltas, uma com pneus usados e outra com pneus novos. A diferença entre o 5º e o 16º lugar foi de apenas dois décimos.

No Q2, ambos os pilotos utilizaram pneus novos, conseguindo melhorar seus tempos e avançar para o Q3 em 3º e 4º lugar. Russell registrou um tempo idêntico ao de Carlos Sainz, mas ficou em P3 devido ao tempo de volta do espanhol ter sido registrado primeiro. No final, a classificação terminou com Russell em 3º e Hamilton em 5º, após a penalidade de Oscar Piastri por ultrapassar os limites da pista.

Após as sessões os pilotos e o chefe de equipe da Mercedes falaram.

George Russell:
“Podemos estar satisfeitos com o P3 e uma largada na segunda fila para o Grande Prêmio de amanhã. O carro tem se sentido ótimo, o que é fantástico de ver, dado o quanto a equipe trabalhou para trazer nossas atualizações recentes. Temos uma verdadeira luta em nossas mãos com aqueles ao nosso redor, em particular a Ferrari. Fizemos alguns ajustes, incluindo o nível da asa, após a Sprint. Isso deve ajudar com a degradação dos nossos pneus amanhã.”

Lewis Hamilton:
“A Sprint foi um pouco frustrante. Eu consegui chegar perto da Ferrari de Carlos Sainz, mas não fui capaz de desafiá-lo. Fizemos algumas mudanças no carro após a Sprint e isso ajudou. Conseguimos melhorar o equilíbrio geral e isso nos permitiu dar um passo à frente. Minha volta final no Q3 foi decente, embora meu setor intermediário estivesse um pouco abaixo. P5 foi melhor do que conseguimos na classificação Sprint, então no geral, foi um dia OK.”

Toto Wolff, chefe da equipe:
“Foi um dia sólido para nós no geral, mas também nos mostrou o que atualmente estamos faltando para poder correr bem na ponta. George e Lewis tiveram desempenhos fortes na Sprint – como de costume, não é fácil ganhar posições quando todos estão com os mesmos pneus, mas George pilotou bem para recuperar a posição em Sainz e terminar em P4, com Lewis logo atrás em P6. Fizemos algumas mudanças na configuração para a classificação para tentar dar aos pilotos um carro mais equilibrado para a corrida de amanhã.”