F1: Fãs mexicanos apoiam Pérez: “Pagou o preço pela má estratégia da Red Bull”

No Grande Prêmio da Inglaterra de F1, foi mais um fim de semana dramático para Sergio Pérez: após terminar em 19º na classificação e decidir começar do pit lane, o piloto da Red Bull cruzou a linha de chegada em 17º lugar. Nada menos que duas voltas atrás do vencedor Lewis Hamilton e também do seu companheiro de equipe Max Verstappen. Segundo a mídia mexicana, o resultado no Grande Prêmio da Inglaterra foi atribuído à Red Bull e não a Pérez.

Na Red Bull, a insatisfação com o desempenho do segundo piloto era evidente, já que Pérez não demonstrou velocidade suficiente para causar qualquer impressão. No entanto, a mídia de seu país natal viu as coisas de maneira diferente. O jornal esportivo Esto escreveu em letras garrafais: “Checo Pérez pagou o preço pela má estratégia da Red Bull.” O meio destacou que Perez entrou para novos pneus intermediários duas vezes nas primeiras 30 voltas.

O jornal Reforma também atribuiu o desempenho decepcionante de Pérez à Red Bull. “Red Bull usou Sergio Pérez como cobaia”, foi a primeira frase do relatório sobre o Grande Prêmio da Inglaterra, em Silverstone: “Para o mexicano foi uma missão quase impossível voltar aos pontos depois de começar do pit lane devido a uma mudança de motor e outros elementos, então ele foi quem experimentou diferentes estratégias.”

A mídia mexicana expressou preocupação com a posição de Perez na equipe. “As corridas passam e a situação de Checo Perez na Red Bull parece cada vez mais complexa. Permanecer na equipe está constantemente em dúvida. A equipe austríaca e o resultado do piloto nascido em Guadalajara no Grande Prêmio da Grã-Bretanha só aumentarão a pressão e as incertezas”, concluiu o Esto.